E O PORCO PAPOU O COELHO!

O Palmeiras dá um show de bola pra cima dos mineiros e se mantém soberano no topo da tabela.
Vitória convincente, Jesus operando o milagre da multiplicação de gols e Roger Guedes, ocupando de vez a titularidade e o coração da torcida.
O Palmeiras dá um show de bola pra cima dos mineiros e se mantém soberano no topo da tabela.
Vitória convincente, Jesus operando o milagre da multiplicação de gols e Roger Guedes, ocupando de vez a titularidade e o coração da torcida.
 
A noite de Terça não podia ter terminado melhor para a torcida palmeirense.
Além de ver o time manter a invencibilidade em casa e continuar na liderança do campeonato, os olhos alviverdes do torcedor, brilharam com o futebol apresentado pelo time.
Foi um jogo consistente e bem montado. O elenco que estava muito entrosado sabia exatamente o que fazer dentro de campo.
O time de Cuca tem impressionado a cada partida, pela excelência técnica e o domínio do jogo. De fato o Palmeiras mandou nos 90 minutos e não deu chance aos mineiros do América, que só não tomaram uma goleada, porque o goleiro João Ricardo, fez defesas impressionantes.
Nos primeiros momentos de jogo, o time do técnico Vieira, além de se defender, tentava aproveitar alguma possibilidade de contra-ataque. A primeira chance dos visitantes foi numa bola cruzada na área, que passou perigosamente na frente do gol de Prass. E em seguida, uma cabeçada de Osman, à esquerda do gol palmeirense.
Mas a noite era verde e branca! O jogo envolvente do time de Palestra Itália, não dava espaço para criação. 
O Palmeiras foi avançando de pé em pé e o primeiro gol nasceu de uma bela troca de passes. Aos dezoito minutos, Dudu tocou uma bola para Roger Guedes, que estava próximo à linha de fundo. Ele fez o domínio, com direito à finta pra cima do marcador Danilo e depois um passe para Cleiton Xavier, que desviou a redonda nos pés abençoados de Gabriel Jesus. Quando se trata de craque, a bola sempre termina dentro da rede.
Oito minutos depois, o segundo gol. Que veio com cara de dejavú. Uma jogada quase idêntica ao do primeiro gol.
 
FOTO: Site oficial do Palmeiras
 
Dudu enxerga Roger Guedes novamente posicionado na lateral, próximo à linha de fundo e faz um daqueles passes "com o jeito Dudu", precisos e perfeitos e o garoto consegue cruzar na área. Quem estava lá, bem posicionado, no lugar certo e na hora certa? Nada mais, nada menos que Jesus! Ele de novo! E só precisou daquele empurrãozinho para a bola entrar no canto esquerdo do gol adversário.
Seria o milagre da multiplicação de gols, ponto de interrogação, como diria o nosso velho e querido comentarista Avelange.
A segunda etapa começou com o América aceso e tentando sair mais, mas as chances claras de gol foram do Palmeiras, que continuou coordenando as ações do jogo.
A grande chance, veio dos pés do estreante da noite, Fabiano. Ele conseguiu lançar uma bola na área, que Dracena disparou, na sobra, Vitor Hugo cabeceia firme na direção do gol. A torcida já tinha se levantado pra comemorar. Mas o que se viu, foi a brilhante atuação do goleiro gaúcho que defende as cores mineiras. Duas defesas de gente grande para impedir o que seria o terceiro gol do time da casa.
No fim do jogo, a dupla dinâmica e inspirada atacou novamente. Roger Guedes disparou com a bola na lateral e fez um cruzamento para Jesus e este para dentro da rede novamente. Mas o bandeira já apitava a posição de impedimento.
Com a vitória, o Palmeiras abre vantagem na liderança e vai se consolidando como um dos favoritos aos titulo brasileiro. 
O jogo terminou ao som de gloria, gloria, aleluia! Musica dedicada a Gabriel Jesus, craque absoluto do Verdão e que já esta entre os melhores do Brasil.
Do Brasil e que ao que tudo indica, do mundo! O garoto virou sonho de consumo de nada mais, nada menos, que o Barcelona. E esta sendo sondado.
O torcedor do Palmeiras sabe que isso faz parte do futebol e já acompanhou muitas negociações, mas o pedido, estampado nas arquibancadas de Fica Jesus! não e só um apelo, mas a certeza de que só agora Cuca conseguiu um pouco da estabilidade que o elenco tanto precisava, e que portanto, não e hora do craque ir embora.
Esperamos que Jesus pense o mesmo. E que como esta escrito, complete a boa obra que começou.
 
Por Alessandra Ribeiro