É PRECISO FAZER GOL!

Após ser eliminado pelo Santos nas semifinais da Copa do Brasil, o São Paulo tentará conquistar a última vaga do G4 nesse sábado (31), às 17h (horário de Brasília), no Morumbi, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Sport. Na disputa, o confronto será uma briga direta, e valerá “seis pontos”, pois o Leão da Ilha do Retiro está na 7ª posição, com 49 pontos, enquanto o São Paulo, ocupa a 5ª colocação, com 50. Ainda entram na briga o Santos (atual 4º lugar, pelo saldo de gols), Internacional, Palmeiras e Ponte Preta.

Durante a semana, vários fatores fizeram os são-paulinos ficarem ligados nas notícias a respeito do Tricolor.

Na terça-feira (27), Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, foi o mais votado nas eleições para a escolha do novo presidente, com 139 votos, assumindo a presidência, de fato, e irá cumprir o seu mandato até Abril de 2017. Na quarta, a eliminação vergonhosa e vexatória na Copa do Brasil, para o Santos, onde o São Paulo perdeu pelo mesmo placar de 3x1 obtido no jogo de ida das semifinais (no Morumbi), precisando fazer 5 gols para se classificar. Missão impossível. Na quinta, Rogério Ceni foi a julgamento no STJD por ter feito insinuações contra a arbitragem, no intervalo do jogo contra o Vasco, pela 31ª rodada, onde as equipes saíram de campo com o empate (2x2). E apesar de ter sido absolvido, o goleiro ficará de fora dos gramados por algumas partidas, sendo que faltam apenas 6 rodadas para o término do campeonato, contando com essa do fim-de-semana.

Assim, Doriva, que ainda está no comando do time tricolor (até quando ninguém sabe, pois a corda está balançando cada vez mais), terá mais uma baixa quando for escalar o time.

Ainda abatido, mas agora focado somente no Brasileirão, o São Paulo treinou de portões fechados, nesta sexta-feira, e Doriva cobrou bastante movimentação no trabalho com bola, onde aprimorou as cobranças de bolas paradas: faltas e escanteios. O time alternou as batidas pelos dois lados, e de diferentes ângulos (em cobranças de falta), tentando minimizar o perigo na grande área, neste tipo de situação, durante o jogo. Além disso, os jogadores treinaram cobranças ofensivas, fechando as atividades com exercícios de alongamento.

Ao que tudo indica, o técnico deverá ter problemas para escalar a equipe, já que a lista de desfalques, principalmente no setor defensivo (o setor que mais deixa o torcedor são-paulino de cabelo em pé!) é grande. Mas mesmo com problemas, relacionou 20 jogadores para o confronto desse sábado, porém, não poderá contar com os zagueiros Breno e Luiz Eduardo, juntamente com o lateral-esquerdo Carlinhos, que seguem fora de combate. O goleiro Rogério Ceni, com uma lesão no ligamento tíbio fibular, se junta ao grupo.

Já pelo lado rubro-negro, o técnico Falcão deverá escalar para ir a campo: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ewerton Páscoa e Renê; Rithely, Wendel e Marlone; Maikon Leite (Régis ou Diego Souza), Élber e André.

O jogo será apitado pelo árbitro Wagner Reway, acompanhado dos assistentes 1 e 2, Eduardo Gonçalves da Cruz e Bruno Pires, respectivamente.

Que nesse sábado o São Paulo possa entrar em campo realmente focado. Que as declarações que foram dadas pelos jogadores antes do último jogo pela semifinal da Copa do Brasil deixem de ser apenas falsos pronunciamentos em coletivas, e virem a raça que o time precisa. Que falem menos, e façam mais. Que busquem as finalizações, e que achem o caminho do gol... Porque pra conseguir 3 pontos, é preciso fazer gol!

 

Por Renata Chagas