Em busca da primeira vitória

Após derrota para o Internacional, Corinthians enfrenta o América-MG em Itaquera, buscando os três pontos e a primeira vitória do novo treinador

 

Osmar Loss definiu na tarde desta quarta-feira, 30, a equipe que entrará em campo contra o América-MG às 18h de quinta-feira. Rodriguinho volta ao time e Roger ficará no banco. O Corinthians vem encontrando dificuldade em encontrar um esquema que favoreça os dois jogadores, já que apesar de ser meia, Rodriguinho vem há algum tempo atuando improvisado no ataque.

 

Rodriguinho volta ao time. Foto por Daniel Augusto JR/Ag. Corinthians

 

Sem Emerson Sheik, que não vem treinando no campo já há alguns dias, o Corinthians teve um treino pré-jogo bem diferente do que estava acostumado nos últimos tempos. Loss optou por deixar de lado o sistema de treino antes de jogo baseado em conversa, adotado por Carille e colocou os jogadores para suar. Os jogadores que estão voltando de lesão, Ralf e Renê JR e ainda o meia Danilo, fizeram trabalhos físicos mais leves, enquanto os jogadores com possibilidades de jogo participaram de uma espécie de “bobinho” com algumas regras táticas. Tudo sob o olhar atento do presidente Andrés Sanchez, que recentemente declarou que não irá fazer esforços para segurar elenco nesse meio de ano.

O principal desfalque é Romero, que sentiu a coxa durante a partida contra o Internacional e, após exames, teve o diagnóstico de um estiramento na coxa. Maycon está pendurado e também não joga, Cássio e Fagner estão com a Seleção Brasileira; Ralf, Clayson e Renê JR são os lesionados.

Apesar da falha de Mantuan no último jogo, Loss teve o aval da diretoria e optou por manter o garoto, que é volante,  como lateral-direito. Sendo assim, o time que encara o América vem com Walter, Henrique, Balbuena, Mantuan, Sidcley; Paulo Roberto, Gabriel; Mateus Vital, Pedrinho, Jadson e Rodriguinho.

A expectativa para a partida é espantar essa zica e conseguir a primeira vitória sob o comando do novo treinador.

Feriado é bom e feriado com Coringão é melhor ainda. Que venha a vitória!

Vai, Corinthians!

Por Victória Monteiro, maloqueira e sofredora, graças a Deus!