EM BUSCA DA REABILITAÇÃO

 

Neste domingo (16), o Furacão recebe na Arena da Baixada o Fluminense, às 16h horário de Brasília. A partida é válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O rubro-negro é o 14º colocado somando 27 pontos. Essa partida é considerada de seis pontos, pois o Flu está apenas quatro pontos à frente do Atlético. A preparação do elenco iniciou na sexta-feira, após retornar de Chapecó depois de mais uma derrota fora de casa.

Na história desse confronto, o rubro-negro leva vantagem sobre o time carioca. Desde 1968, o Furacão já levou a melhor 18 vezes contra 15 dos cariocas, os empates somam 9 jogos. Na questão de gols, ambos times marcaram 56 vezes a rede adversária.

(Foto: Reprodução da Internet)

A expectativa do ''técnico de guerra'' Tiago Nunes é grande, pois sabe da obrigação de fazer um ótimo resultado em Curitiba e voltar a somar pontos. Nunes terá a volta de três titulares que estavam suspensos na partida anterior. O lateral-direito Jonathan, o meia-atacante Nikão e o volante Lucho González, que foi questionado sobre a importância do seu retorno após essa sequência de maus resultados. O volante afirma:

''Esse jogo passa a ser fundamental para nós. Estamos trabalhando bem e temos que fazer valer esse fator casa, para voltarmos a somar pontos. Vamos encarar como uma final porque precisamos vencer.''

Assim, Diego, Bruno Guimarães e Rony voltariam ao banco de reservas. Outra possibilidade é novamente a mudança na zaga atleticana, após Thiago Heleno não ter jogado bem contra o Galo e a Chape, a expectativa da torcida atleticana é que a zaga seja composta pela dupla Zé Ivaldo ao lado de Léo Pereira.

Nunes, ainda não pode contar com o retorno do camisa 10 Marcelo Cirino, que ainda se recupera de uma lesão, mas já iniciou os trabalhos com bola, mas ainda não está sendo relacionado.

O elenco está confiante e quer manter o bom retrospecto na arena da Baixada. Tiago Nunes afirma:

''A confiança é algo subjetivo e ela vem com vitórias.''

A possível escalação do elenco atleticano é: Santos; Jonathan, Leo Pereira, Thiago Heleno (Zé Ivaldo) e Renan Lordi; Wellington, Lucho González, Nikão, Raphael Veiga, Marcinho e Pablo.

 

Por: Aline do Valle