Em duelo de Atléticos no Horto, Galo leva a melhor e garante +3 pontos

Depois da derrota para o Santos na última rodada, o Atlético recebeu o Atlético Paranaense no Horto e desta vez o time da casa levou a melhor, com gol de Robinho cobrando pênalti. Um jogo que se mostrou complicado e cheio de retranque, com direito a erro de arbitragem mais uma vez, mas no fim quem se deu melhor foi o Atlético Mineiro.

Os melhores momentos do jogo:

O Atlético Mineiro nesta temporada foi o time que mais jogou as 11hrs da manhã pelo Campeonato Brasileiro e neste domingo mais uma vez o horário se repetiu. O jogo, com certeza, não foi o que o torcedor do Galo esperava e o time, com 3 desfalques, não fez uma das suas melhores partidas neste confronto com os paranaenses. 

O time do Galo teve maior posse de bola, mas a defesa do Furacão estava muito bem postada, tornando complicado para a equipe alvinegra tentar furar o bloqueio paranaense. Aos 12 minutos, Robinho recebeu lançamento e bateu cruzado, mas o auxiliar se equivocou e errou ao marcar impedimento, afinal, Robinho estava na mesma linha do jogador adversário.

O Furacão ia levando perigo ao time mineiro e aos 34 minutos, em jogada de toque de bola pela esquerda, Lucas Fernandes recebeu dentro da área, mas Fábio Santos conseguiu tirar e salvou o que seria o gol de empate. O jogo esquentou e aos 38 minutos o Galo teve a melhor chance, Carlos passou a bola de baixo das pernas de Thiago Heleno, o zagueiro derrubou o atacante na área o juiz assinalou pênalti. Robinho foi para bola e converteu, abrindo o placar para os donos da casa.

FOTO: Site Oficial Atlético-MG

Aos 41 minutos foi a vez dos paranaenses reclamarem de um pênalti, mas o juiz mandou seguir o jogo. Logo em seguida Lucas Pratto quase ampliou para o Galo depois de um contra-ataque e aos 44 minutos Leandro Donizete salvou o Galo, após Lucas Fernandes invadir a área e receber livre para finalizar.

Na etapa complementar o Atlético MG sofreu sustos e logo aos 8 minutos, depois de Leandro Donizete vacilar, André Lima chutou sem marcação, mas Victor defendeu salvando os donos da casa. Exatos dois minutos depois, Fábio Santos também errou e Sidlcey invadiu a área, mas Léo Silva tirou a bola. Aos 16 minutos, Otero entrou no lugar do Carlos e depois de uma boa jogada, finalizou, mas mandou a bola para o alto.

O time mineiro segurava o jogo e o Furacão levava perigo ao gol de Victor, que aos 39 minutos fez uma bela defesa na cabeçada de Thiago Heleno. Aos 43, o time mineiro ainda teve outra oportunidade, mas a defesa paranaense tirou. Logo em seguida o Furacão respondeu com Juninho, o jogador do time paranaense finalizou na saída de Victor e a bola passou muito perto, mas acabou sendo "tirada com o olho" pelos mineiros.

Com a vitória, o Atlético garantiu mais três pontos essenciais dentro de casa e agora torce contra Santos e Corinthians alcançar a vice-liderança e já diminuiu a diferença para o líder Palmeiras, que apenas empatou em jogo contra a Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X ATLÉTICO-MG PR

Atlético: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Ronaldo e Fábio Santos; Lucas Cândido, Leandro Donizete, Maicosuel (Yago) e Robinho (Clayton); Carlos (Otero) e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Oliveira

Atlético-PR: Santos; Rafael Galhardo (Juninho), Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Matheus Rossetto (Luciano Cabral), Marcão, Renan Paulino e Marcos Guilherme; Lucas Fernandes e André Lima. Técnico: Paulo Autuori

Gols: Robinho, 39min 1ºT

Motivo: 21ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Independência, em BH
Data: 21 de agosto de 2016

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Neuza Inês Back (Fifa-SC) e Alex dos Santos (SC)

Cartão amarelo: Thiago Heleno, Sidcley (CAP)

Público: 17.503
Renda: R$ 836.175,00.

Por Eduarda Moreira

Curta Blog Mulheres em Campo