EM JOGO ATRASADO, PALMEIRAS E VASCO FICAM APENAS NO EMPATE

Palmeiras sai na frente com Breno Lopes, mas cede empate e conquista um ponto no duelo contra o Vasco

Breno Lopes fez o gol do Palmeiras na partida e seu primeiro com a camisa palmeirense. (Foto: Cesar Greco)

 

Na noite desta terça-feira (26), Palmeiras e Vasco finalmente fizeram o jogo atrasado da primeira rodada do Campeonato Brasileiro. No Allianz Parque, a  equipe da casa saiu na frente, marcando com Breno Lopes, mas em seguida levou o empate em cobrança de falta de Benítez.

Com a igualdade, o Verdão somou mais um ponto, ficando com 52 e mantido na quinta colocação, a três pontos da última equipe que integra o G4.

O jogo

Mesmo com um time escalado com os reservas, o comandante alviverde deixou claro que a equipe entraria para ganhar. Logo no início, com cinco minutos de jogo, o Vasco conseguiu uma falta próxima da grande área e na cobrança fez o primeiro gol da partida, mas acabou sendo anulado, após confirmação de impedimento pelo VAR.

Em seguida, passado o susto do gol, o Palmeiras partiu para o ataque com Gustavo Scarpa, que recebeu de Breno Lopes e bateu cruzado, para a defesa de Fernando Miguel, mandando para escanteio. Após a cobrança, Felipe Melo recebeu sozinho dentro da área, mas mandou a bola por cima da meta do goleiro vascaíno.

Felipe Melo fez seu primeiro jogo como titular, após se recuperar de lesão no tornozelo, que o deixou de fora por um pouco mais de dois meses. (Foto: Cesar Greco)

 

O time da casa encontrou algumas dificuldades para avançar, mas persistiu e conseguiu chegar algumas vezes com perigo. Aos 21 minutos, Breno Lopes recebeu um lançamento e ficou cara a cara com o goleiro adversário, mas desperdiçou a chance.

Minutos depois, Scarpa saiu no contra-ataque e tocou para Breno Lopes, na direita, que chutou para o gol, abrindo o placar para o Palmeiras, o primeiro do camisa 39 defendendo o Verdão. Infelizmente, não deu nem tempo suficiente para comemorar o gol e o Vasco chegou ao empate aos 34 minutos, em cobrança de falta, Benítez deixou tudo igual.

A última chance palmeirense nesta primeira etapa foi com Gabriel Silva, após receber de Gustavo Scarpa, na entrada da área. O atacante finalizou, mas o goleiro levou a melhor.

 

Gabriel Silva na partida desta terça-feira (26) contra o Vasco. (Foto: Cesar Greco)

 

Na segunda etapa, as duas equipes precisavam buscar a vitória, já que o empate não era muita vantagem para nenhuma delas, porém, encontraram dificuldades de chegar com efetividade.

Sem muitas oportunidades, na etapa final, o lance de maior perigo do Palmeiras veio somente aos 27 minutos com uma finalização de longe de Scarpa que foi para fora.

Nos minutos finais, o Vasco encontrou forças e pressionou o Palmeiras, mas não conseguiu ampliar o placar, deixando tudo igual. Jaílson foi acionado e fez boa defesa para evitar a derrota.

Neste sábado (30), o Palmeiras tem seu próximo confronto contra o Santos pela final da Copa Libertadores, às 17h, no Maracanã. 

Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo confronto do Palmeiras é contra o Botafogo, no Allianz Parque, às 16h, no dia 2 de fevereiro.

Por Victória Amorim

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.