EM JOGO DA ENTREGA DA TAÇA, FORTALEZA GOLEIA JUVENTUDE

 

 

O momento é indescritível, a emoção ecoou na Arena Castelão. A Torcida de Leais fez a festa gritando “é Campeão”, e que festa, diga-se de passagem. A Maior do Estado não deixa a desejar. O Leão do Pici goleou o Juventude por  4 a 1, na tarde desta quinta-feira (15), na Arena Castelão. O elenco inovou, os jogadores entraram fantasiados dos personagens do seriado “La Casa de Papel”, levantando ainda mais a torcida, a campanha foi extraordinária e o ano de 2018 entrou pra historia do clube.  Ano do Centenário, acesso para a elite do Brasileirão com 4 rodadas de antecedência e o titulo também veio com antecedência. O que faltava era a cereja do bolo e essa cereja foi a comemoração diante da sua torcida apaixonada que mais uma vez lotou e quebrou o próprio recorde com mais de 57 mil pessoas.

 

(Foto: Gustavo Simão)

 

Vale ressaltar que o Tricolor de aço, time comandado por Rogério Ceni é o  primeiro nordestino a levar a taça do campeonato Brasileiro na era de pontos corridos, que teve início em 2003 sendo também o detentor da melhor campanha na Série B desde ano feito que acontece desde as primeiras rodadas da competição. O professor fez jus ao apelido de Mito e mostrou o quanto  profissional escolhendo a equipe de titulares para a partida.

 

Primeiro tempo aos  7 minutos, Hugo Sanchez aproveitou passe errado de Felipe, partiu em velocidade no contra-ataque e bateu na saída de Marcelo Boeck: 1 a 0 para o Juventude, mas não deu tempo dos jogadores comemorar pois o FEC empatou aos 9 nove minutos.

 

O Leão do Pici continuou com maior posse de bola virou aos 20 minutos com Gustavo. Daí pra frente só alegria, aos 32 minutos, o passe foi de Romarinho, para Gustavo, que entrou na área e chutou, ampliando para 3 a 1 e fazendo o seu 30º gol no ano.

 

 

A etapa final  não começou com o mesmo ritmo do primeiro e o jogo seguiu calmo e sem brilho. O Juventude assustou com duas chances porém não conseguiu marcar. Quando se pensou que o jogo caminhava para o placar de 3 a 1, aos 43 minutos, Marlon tocou por cobertura, do bico esquerdo da área e fechou o placar em 4 a 1.

 

As comemorações aconteciam por toda a  partida, todos os jogadores estavam no clima de festa e de vitória e o arqueiro Marcelo Boeck, capitão da equipe, resumiu toda a luta do clube, que sofreu 8 anos na Série C, mas que agora reencontra as glórias que sempre descreveram a sua história, o mesmo ergueu o troféu de campeão da série B no final do jogo.  

Como diz o hino tu és Combatido, Aguerrido, Vibrante e Forte.

 

(Foto: Divulgação)

 

Que dia amigos, as lágrimas caíram de alegria de emoção de felicidade e eu estava lá pra gritar “é Campeão” e só tenho a agradecer a DEUS. Nos dias maus não te abandonei  foi quando mais te amei e nos dias felizes sempre estarei aqui vibrando por ti. Obrigada Deus por me feito Tricolor!

Obrigada Fortaleza Esporte Clube, Obrigada jogadores, Que Elenco! (raiz)!! Obrigada Rogério Ceni, obrigada Diretoria, Meu Fortaleza é GRANDE. Ah, eu Te amo tricolor, Ah eu Te amo tricolor...

O Maior Título do Estado é do Tricolor do Pici.

 

Por Izabel Avelino