EM JOGO EQUILIBRADO , AMÉRICA SAI NA FRENTE MAS CEDE O EMPATE AO REMO

 

No último sábado (16)  o Remo viajou até  Natal para enfrentar  o América,  na arena das Dunas pela 9º rodada  da série C, grupo  A. O time paraense  seguiu embalado  após ganhar  sua primeira  partida em casa.

O leão azul venceu o Fortaleza  por 2x0 o que lhe rendeu uma vaga no G4,  porém as partidas  da rodada  de hoje poderiam comprometer a colocação  do time azulino,  então  a ordem da vez era  Somente vencer. Pelo o outro lado o América jogando  em casa diante da sua torcida,  entrou em campo bastante ofensivo, dominando  o jogo, logo nos primeiros minutos , tanto  que logo aos seis  minutos  do primeiro  Luís Eduardo recebeu  um passe de Potiguar  e marcou para o América


 

Os times bem que tentaram, mas ficaram apenas no 1x1

Foto: Futebol do interior

 

O Mecão  continuava indo para cima ,   Remo seguia tentando  igualar  a partida  porém esbarrava na agilidade  dos armadores do América. O  Remo só  ofereceu  perigo  lá pelos 30 min de jogo, e aos 33 min  a torcida do dragão vermelho  viu  Ciro tocar  para Edno que  mandou um chutaço para dentro da rede marcando  para o Remo  e assim igualando a partida. O goleiro  Camilo  falhou  no lance e não  conseguiu chegar  até  a bola.

Com o jogo  em 1x1, o América  continuava  mandando na partida, e  o primeiro tempo  chega ao fim com uma partida   cheia de emoção, onde o Remo  tentava  crescer no jogo, porém  o América-RN levava mais perigo ao adversário do que era agredido.

No segundo  tempo Waldemar   mexeu  no time e com a entrada de Marcinho  o Remo  melhorou  e conseguiu equilibrar. O jogo  ficou em aberto, toma lá,  toma cá, qualquer  um dos dois times poderia ter   alcançado  a vitória, mas o placar seguiu no 1x1.

 

Raio X

 

Escalações:

América-RN:Camilo; Everton (Alex Henrique), Cleber, Lucas Bahia, Richardson; Memo, F. Macena, Reis (Arthur Henrique), Thiago Potiguar;Lucas Eduardo e Raul (Júnior Mandacarú). Técnico: Francisco Diá

 

Remo: Fernando Henrique; Levy, Henrique, Max, Wellington Saci; Michel Schmoller, Lucas (Alan Dias), Hericles (Marcinho), Eduardo Ramos; Edno e Ciro (Ítalo). Técnico: Waldemar Lemos

 

Arbitragem: Rodrigo Nunes de Sá. Assistentes: Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá-(RJ) e Bruno César Chaves Vieira-(PE)


por Gracyelen Silva