Em mais um duelo pernambucano, Sport e Vitória empatam pelo Brasileirão Feminino

Uma semana depois de vencer o Vitória-PE fora de casa, em Chã Grande, na tarde desta quarta (19), o Sport recebeu a equipe na Ilha do Retiro, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. As equipes empataram em 2 a 2. Os gols foram marcados por Juliana e Ariadina para equipe rubro-negra, e Thamirys e Giovanna para o tricolor.

 

 

Foto: Anderson Freire / Sport Club do Recife

 

Com o resultado, o Sport chegou aos dez pontos na competição, empatando momentaneamente com o Kindermann-SC, quarto colocado na tabela, com uma partida a menos. O jogo da equipe catarinense fechará a rodada na sexta (21), contra o Grêmio, em Eldorado do Sul. O Vitória segue na lanterna do grupo 1, com apenas dois pontos conquistados.

Na próxima rodada, o Tricolor das Tabocas enfrentará o Corinthians, na Arena Barueri, na quarta (26), às 14h. Já Sport duela na quinta (27) contra o Iranduba, na Arena da Amazônia, às 21h. Os adversários das equipes pernambucanas dividem a liderança do grupo 1, com 21 pontos ganhos.

Com o elenco tecnicamente superior, o Sport começou a partida pressionando. Mas foi o Vitória que abriu o placar, aos oito minutos, com Thamirys aproveitou a falha da zaga leonina e mandou para o fundo das redes. O gol deixou a equipe rubro-negra desnorteada dentro de campo. O Vitória ainda teve a chance de aumentar a vantagem logo na sequência, mas Lorena fechou o gol.

Sofrendo com a retranca da equipe visitante e com dificuldades no setor de criação, o Sport só conseguiu empatar aos 42 minutos, quando Soraya deixou Juliana livre apenas para tirar da goleira e mandar ao gol.

Para o segundo tempo, o Sport passou a explorar melhor os erros adversários e cresceu na partida. Mas as melhores chances continuaram sendo das tricolores. Aos 16 minutos, pênalti para o vitória. Thamirys foi para bola, mas a goleira Lorena cresceu e segurou a cobrança. Aos 27, porém, Geovana não desperdiçou e colocou o Vitória de novo em vantagem.

Com a vantagem no placar, o Tricolor das Tabocas diminuiu o ritmo de jogo e deixou o setor defensivo desprotegido. A atacante Ariadina, que entrou no segundo tempo, voltando de lesão, empatou novamente aos 32 da segunda etapa. Depois da cobrança de escanteio, a jogadora chutou forte sem chances de defesa.

Beatriz Cunha