EM PRETO E BRANCO: VITÓRIA COM GOL DE ESTREANTE

 

A solução vem da base santista!

 

Pela vigésima terceira rodada (meu Deus, já?) do Campeonato Brasileiro o Santos foi até São Januário enfrentar o Vasco da Gama. Após noventa minutos de um jogo daqueles, o Peixe voltou para a casa com três pontos na bagagem graças ao gol salvador de uma aposta do técnico alvinegro.

 

(Foto: Ivan Storti/SantosFC)

 

O jogo:

 

Os primeiros minutos foram do time paulista, algumas tentativas fracassadas depois os donos da casa tomaram as rédeas da situação. A partir daí o Peixe deu todas as oportunidades possíveis ao adversário, não sei se por sorte ou por muita oração, a pontaria deles estava igual a minha. Obrigadaa Pai!

 

Aos 35 minutos Sávio Pereira marcou pênalti para o clube cruz-maltino após Everson cometer falta em Rossi, o atacante cobrou e o goleiro defendeu. Talvez tenha sido o nome do jogo na primeira etapa e apesar da minha paixão por essa posição, para mim não fez mais do que a obrigação. Voltaa Vanderlei!! O Vasco, que já havia me dado vários sustos durante o apagão santista continuou com sua vontade de marcar, entretanto o primeiro tempo acabou com o placar em branco.

 

Voltamos para a segunda etapa sem mudanças na escalação. O que ele estaria pensando sobre o desempenho santista eu nunca vou saber, mas daí a acreditar que estávamos bem já são outros quinhentos. Os primeiros minutos são agitados, e assim como no primeiro tempo, o Santos se agita todo no campo de ataque, levando perigo à meta adversária.

 

“É Deus que aponta a estrela que tem que brilhar”, letra de música para descrever o primeiro gol da partida. Tailson fez a sua estreia no time profissional, aos vinte anos o menino da Vila foi a aposta de Sampaoli para um jogo com tantos desfalques, e foi dele o golaço que garantiu a vitória santista. Que seja o primeiro de muitos, não é torcedor?

 

(Foto: Ivan Storti/ SantosFC)


 

Aos 24 minutos começaram as mudanças no alvinegro: Luan Peres, com câimbras, deu lugar a Alison. A ideia é organizar o meio campo? Vamos mudar o ataque então, sai Tailson para a entrada de Marinho. Um pouco mais de “jogo”, e o Santos parece repetir o primeiro tempo, dando espaço ao Vasco. Chuva de oportunidades perdidas! 

 

Com 33 minutos de bola rolando, Evandro recebeu cartão vermelho por falta Marrony. O lance em questão foi analisado pelo VAR, quem sou eu para questionar, não é? Com um a menos era de se esperar que o Peixe se fechasse para manter o resultado. Conseguimos. Após seis minutos de acréscimo, a doce melodia do apito final. 

 

Apesar da partida, do futebol hoje apresentado, uma vitória é sempre motivo para comemorar. Uma vitória fora de casa deve ser ainda melhor, obrigada por não estragar meu final de semana Peixe, te amo um pouquinho mais.

 

Após esse resultado, o Peixe segue na terceira posição da tabela com 44 pontos e espera o Palmeiras para a próxima rodada, na Vila Belmiro. Seguimos.


 

Por Andra Jarcem, com o Santos onde e como ele estiver.