EM SITUAÇÕES DIFERENTES, JAMAICA E AUSTRÁLIA SE ENFRENTAM

Nesta terça-feira (18), as novatas Reggae Girlz e as veteranas Matildas se enfrentam em seu último desafio na fase de grupos. O jogo acontece às 16 horas, no Stade des Alpes, em Grenoble.

 

(Foto: Reprodução/Internet/Getty Images)

 

As jamaicanas, que acumulam um saldo negativo de 8 gols, precisam de um milagre para garantir a sonhada vaga para as oitavas de final, enquanto que as australianas seguem vivas na luta pela classificação, com muito mais chances de êxito, em razão do que vêm apresentando. Isso porque, mesmo tendo sucumbido diante da Itália, ressurgiram diante do Brasil, vencendo de virada por 3 a 2.

Por outro lado, as Reggae Girlz não conseguiram pontuar nos dois confrontos até o momento, quando enfrentaram o Brasil e a Itália, respectivamente. Dessa forma, mesmo que ganhe o último duelo contra a Austrália, a classificação depende da combinação de outros resultados, e isso inclui a derrota das brasileiras, que também buscam a última vaga do grupo. A primeira classificada foi a Itália, que venceu dois confrontos e garantiu seis pontos.

De todo modo, as jamaicanas já fizeram história ao participar desta primeira Copa do Mundo representando seu país, e nos orgulham tanto quanto as veteranas Matildas.

 

A preparação

Já em Grenoble, as Matildas realizaram trabalhos individuais e em grupo com bola.

 

(Foto: Twitter @TheMatildas)

 

O que mais chama atenção é o espírito de equipe das meninas. Em entrevista, a atacante Emily Gielnik espera permanecer nos planos do técnico Milicic para este confronto, mas mesmo assim mantém a chama da união viva:

Começando no banco, entrando ou não em campo, ainda faço parte deste time”.

As jamaicanas também não ficam atrás no quesito união do grupo. Em março, Plummer já havia dado o recado: “Nós queremos ser o orgulho do Caribe”.

E mesmo que eliminadas ainda na fase de grupos - caso o milagre não aconteça -, sem dúvidas as Reggae Girlz já deixaram sua marca e orgulham não só o Caribe, mas todas que lutam pela igualdade de oportunidade no futebol feminino.

 

(Foto: Fifa.com)

 

A equipe também já está concentrada em Grenoble, e nos preparativos para mais este duelo.

 

Possível escalação

Para este jogo, a Jamaica deve repetir a escalação do jogo contra o Brasil: Schneider; Swaby; Plummer; Solaun; Sweatman; Shaw; Blackwood; Bond-Flasza; Swaby; Carter e Matthews.

As Matildas provavelmente também repetirão a mesma formação que venceu as brasileiras: Williams; Carpenter, Catley, Kennedy, Kellond-Knight; Yallop, Logarzo; Gielnik, Kerr e Foord

 

#WeAreMatildas

#StrikeHard

 

Por Daiane Luz e Ana Neves