Em tarde movimentada, ASA perde para o CRB e como consequência perde a liderança do grupo B…

 



Foto: Globo Esporte

 

Na tarde deste domingo (05), a equipe do ASA foi até Maceió enfrentar o CRB, no estádio Rei Pelé. A partida foi bem equilibrada inicialmente, mas logo depois a equipe visitante começou a gostar do jogo, dando mais trabalho a equipe mandante.

O ASA entrou em campo com os seguintes jogadores:

 

1 - Luis Cetin, 2 – Douglas, 3 – Eron, 4 - André Lima, 6 – Airton, 5 – Mazinho, 8 – Leanderson,7 - Léo Campos,10 – Doda,11 – Tessio ,9 - Leandro Kível ,Técnico: Maurílio Silva e tinha como reservas: 12- Carlão, 13- Ceará, 14- Anselmo, 15- Montoya, 16- Gaspar, 17- Júnior Mandacaru, 18- Diego Gois, 19- Diego Palinha, 20- Tiago Souza, 21- Jean Carlos, 22- Jeferson Baiano.

 

A equipe visitante foi superior durante a maioria do tempo, mas nos minutos finais, a equipe do CRB deu uma pressionada maior.

 

Como de costume, a arbitragem sempre arruma um jeitinho de prejudicar os clubes do interior, e nesse “clássico” não seria diferente. O placar seguia 0x0 até o momento que a arbitragem expulsou um jogador do CRB (40’ do segundo tempo), mas decidiu expulsar também Leandro Kivel, artilheiro  do ASA de maneira injusta...

 

Aos 48’ do segundo tempo, incrivelmente a pessoa do senhor Charles Hebert, acha um pênalti para a equipe da capital, pênalti esse que ao meu ver, foi duvidoso, já que no momento o jogador do CRB puxava primeiro o jogador do ASA, mas a arbitragem só viu quando Eron derrubou o jogador Adalberto na área. Elias (jogador regatiano) que entrou no segundo tempo da partida, bateu o pênalti e definiu a partida. CRB 1 x0 ASA.

 

O resultado não foi justo, e o ASA merecia a vitória, já que esteve melhor ofensivamente e com uma defesa bem melhor que a da equipe mandante, porém a vitória foi achada pelo time da capital e ambos os times já se encontram classificados para o hexagonal.

 

O próximo compromisso do alvinegro será no próximo domingo (12), onde na ocasião o ASA enfrentará a equipe do Sete de Setembro.



Texto de Arielly Soares, torcedora do ASA GIGANTE!