Em um jogo pra lá de emocionante, Atlético-MG e Flamengo empatam e perdem a chance de se aproximar do líder.

Jogadores do Atlético-MG comemoram gol (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Foto: Bruno Cantini

 

Atlético e Flamengo se enfrentaram ontem às 16h30 no Mineirão. A partida acabou terminando empatada por 2 à 2. Ambos perderam a chance de se aproximar do líder Palmeiras, que perdeu para o Santos, e agora, o peixe também ultrapassou o Galo na tabela.

 

O clima no Mineirão era evidente: jogo de decisão! A torcida fez uma linda festa, recebendo o time com papéis picados, com muito barulho, apoiando, cantando e vibrando. Além de tudo, só pelo confronto aquilo já seria um espetáculo de se ver, aqueles jogões sabe? Então, esse era o esperado da partida.

 

O jogo

 

O Galo iniciou a partida indo pra cima, sendo empurrado pela torcida, o time de início pecou nas construções das jogadas, teve erros. As oportunidades de gol chegaram aos 10min com Fred, ele dominou na entrada da área, porém, Alex Muralha espalmou. Aos 19 minutos, após receber de Otero, o camisa 99 bateu fraco, facilitando a vida do goleiro alvinegro. Aos 24, após tabelinha com Robinho, Fábio Santos finalizou mal e perdeu outra chance.

 

O time do Galo marcava mal, Erazo e Carlos César não estavam em seus melhores dias e foram deixado espaços, com isso o Flamengo passou a aproveitar mais esse ponto fraco do time alvinegro, foram dois lances com Fernandinho e que graças a Victor o time carioca não abriu o placar ali.

 

Aos 32min, após uma bola no alto, a defesa estava desorganizada e Diego aproveitou-se disso, finalizou a bola que desviou em Gabriel, enganando Victor e acabou entrando para o fundo das redes, com os cariocas abriram o placar. O rubro negro ainda teve outra grande chance com Guerrero aos 40min, porém, Victor mais uma vez evitou o gol adversário.

 

No segundo tempo, Luan entrou no lugar de Cazares. Esse realmente é o espelho da massa atleticana dentro de campo, com a entrada do jogador o time ficou um pouco mais organizado e passou a criar chances. Otero mais uma vez quase marcou após cobrança de falta, Alex Muralha defendeu. Robinho e Jr Urso quase marcaram também.

 

Aos 18min, Marcelo Oliveira foi ousado e tirou Leandro Donizete colocando Lucas Pratto. De início essa alteração foi contestada. Logo em seguida, o time alvinegro chegou ao gol de empate com Fred, porém, a arbitragem deu impedimento do camisa 99 e anulou o gol. Após o impedimento, Robinho arriscou de fora da área e levou perigo, aos 31min, Jr Urso  dominou a bola dentro da área, finalizou mal e para cima.

 

Aos 36min, Réver "abraçou" Fred dentro da área e o juiz marcou pênalti para o Atlético. Robinho na bola, converteu a cobrança muito bem e deixou tudo empatado. A virada veio aos 41min, após Robinho lançar a bola dentro da área, Lucas Pratto não perdeu a oportunidade e mandou a bola no fundo das redes, era ali o gol da virada e que garantia o Atlético na vice-liderança. Porém, numa bobeada, o time carioca acabou empatando novamente o jogo com Guerrero.

 

O resultado foi ruim para ambos, mas o foco do Atlético agora é Copa do Brasil, onde a equipe terá um jogo decisivo na quarta-feira em Belo Horizonte contra o Internacional.

 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X FLAMENGO:

Motivo: 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Data: 29 de outubro de 2016

 

Público presente: 48.157

Renda: R$ 1.871.325,00

 

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Neuza Inês Back (SC) e Alex dos Santos (SC)

 

Cartão amarelo: Muralha (FLA)

 

Gols: Diego, 32min 1ºT; Robinho, 36min 2ºT; Pratto, 41min2ºT¨; Guerrero, 44min 2ºT

 

ATLÉTICO

Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Leandro Donizete (Lucas Pratto), Júnior Urso, Otero (Clayton) e Cazares (Luan); Robinho e Fred

Técnico: Marcelo Oliveira

 

FLAMENGO

Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego; Gabriel (Emerson Sheik), Fernandinho (Alan Patrick) e Guerrero

Técnico: Zé Ricardo

 

Eduarda Moreira