EM UMA NOITE DE LINDAS RECORDAÇÕES, O SPORT BATEU O CRB E DORME NA PORTINHA DO G4

 

Foto: Paulo Paiva-DP

 

11 de junho, dia lindo para os rubro-negro pernambucanos, o dia em que o Leão calou os jornalistas, foi contra as estatísticas e fez o Brasil se curvar... Me arrepio toda quando lembro da conquista da Copa do Brasil! Mas, não é dela que vou falar.

Neste 11 de junho lindo, o Sport enfrentou a equipe do CRB, na Ilha do Retiro, pela oitava rodada do brasileiro série B e apurou uma boa vitória nesta última rodada antes da parada para a Copa América.

A partida começou meio ‘xoxa’, o Sport quem tinha a posse de bola, mas não era eficaz em suas jogadas e finalizações. Do outro lado, o CRB tentava sair no contra-ataque, mas não encontrava espaço suficiente para isso. Os 15 primeiros minutos se resumiram a isso, posse de bola dos donos da casa e tentativas de contra-ataque dos visitantes. Até que aos 16 minutos da primeira etapa, o volante Dirceu Lucas resolveu colocar uma faisquinha na partida, só para acordar, e mandou uma bomba de fora da área que Mailson espalmou para escanteio. Aí o Sport resolveu acordar e foi para cima, mas com o nível técnico lá em baixo, o rubro-negro se aproveitava das lambanças defensivas dos alagoanos, uma delas foi até perigosa. Aos 37 minutos o goleiro Edson Mardden saiu errado, mandou a bola bem na cabeça de Hernane Brocador que tocou para Guilherme que driblou o marcador e nos fez a proeza de chutar fraco e o goleiro se redimiu.

Porém, 3 minutos depois, foi a vez de Guilherme se redimir da proeza dele: Hernane recebeu um belo passe de Ezequiel e, cara a cara com o gol aberto, chutou no travessão (pelo amor, hein). No rebote, a bola sobrou para Guilherme que só fez empurrar para o fundo da rede. 1 a 0 Sport.

Foto: Aldo Carneiro – Pernambuco Press

A etapa complementar iniciou da mesma forma do 1º tempo, apesar do Sport ter assustado com o lateral Norberto antes do primeiro minuto, no minuto seguinte o CRB também mostrou que estava em campo e só.

Aos 15 minutos, Guto Ferreira sacou a sua peça chave, Leandrinho, e a partida começou a mudar. Aos 18 minutos Leandrinho recebeu livre de marcação, soltou uma bomba no meio do gol e o goleiro Edson Mardden defendeu com o pé. Os times acordaram e a partida deu uma esquentadinha. O CRB teve duas grandes oportunidades de empatar a partida com o atacante Felipe Ferreira e o volante Dirceu Lucas, mas sem êxito. A partida, que já estava com o nível técnico lá em baixo, caiu mais ainda de rendimento no decorrer do segundo tempo, até que no finalzinho, aos 45 minutos, Hernane tentou ampliar o placar se aproveitando de um erro defensivo (mais um) e mandou uma ‘bicuda’ que o goleiro da equipe alagoana espalmou para escanteio. Logo em seguida o volante Ronaldo foi expulso, faltando 3 minutos para o término.

E já que com o Sport é assim: Se não for para mandar torcedor da Ilha pra UTI, ele nem entra em campo, os minutos finais foram tensos, com um a mais o CRB foi atrás do pontinho que lhe cabia e quase matou meio mundo de leonino do coração. Aos 49’ Alisson Farias mandou bola na área do Sport, Victor Ramos mandou para trás, a defesa do Leão cortou mal e na sobra Willie chutou forte, no meio do gol e obrigou o filho de Magrão, digo, Mailson a fazer uma linda defesa. E assim terminou a partida.

As séries A e B farão uma parada e só retornarão após a Copa América, em julho, com isso o Sport e os demais têm mês de pausa. O Leão da Ilha retorna no dia 13 de julho e enfrentará a equipe do São Bento, em São Paulo.

O Sport finalizou a oitava rodada na 5ª colocação, com os mesmos 15 pontos da Ponte Preta, perdendo a estadia no G4 no saldo de gols (Sport tem saldo de 4 e a ponte tem 5).

 

Saudações rubro-negras e até a volta!

 

Por Amanda Vilarim “Pois rubro-negras são as cores que abracei”