Empate? Achei que tinha visto uma derrota

 

 

Créditos: Andrei Torres/ABC FC

 

Domingão chuvoso, final do primeiro turno. Isso lembra algo? 2018, final do Estadual - ABC x Assu e chuva, muita chuva. Campo alagado, a torcida cantando “ainda não me chame de meu nego, ainda não me chame de bebê”, vitória do Mais Querido e tricampeonato conquistado. Ah, sei lá o jeito que o ABC me ilude é diferente sabe?

Horas antes do jogo começar Natal deu aquela reviravolta no tempo e como a gente costuma dizer: pegue chuva (e muitos trovões), mas como esse blog não é sobre meteorologia vamos as polêmicas que realmente interessam.

Henrique está fora do elenco abecedista, a notícia que rapidamente repercutiu entre os grupos de whatsapp é que um dos nossos melhores jogadores estaria sendo dispensado por indisciplina para com o nosso querido professor (poxa, Henrique que vacilo!). O ABC ficou de se posicionar sobre a saída do jogador após o término do jogo e o zagueiro que havia sido relacionado, não entrou em campo.

 

Créditos: FNF

 

Antes do jogo começar em respeito as vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, foi feito um minuto de silêncio após a entrada da faixa escrito #ForçaFlamengo e 10 bolas brancas foram soltas em homenagem aos garotos


Resumo do primeiro tempo: cadê o gol em nome de Jeová? Saiu falta, escanteio, lateral, cruzamento, bola área e se brincar até bola na mão, mas nada do gol sair. O nosso "camisa 10" fez o que está acostumado a fazer: raiva! Nada contra o time do Força e Luz, juro, mas perder pra eles não dá né?

A derrota graças a Deus não veio, mas vale um momento reflexivo: todo mundo meteu gol no FEL durante o estadual menos o ABC, não sei se é piedade ou incapacidade mesmo, está difícil decidir.

Créditos: ABC FC

 

No intervalo o ABC apresentou um novo jogador: Boris Romero, nosso novo camisa 10! O meia chileno de 29 anos, vestiu, na apresentação, a camisa do clube e colocou o boné de um torcedor aos aplausos da torcida. A ficha técnica do jogador diz que ele já passou pelo Colo-Colo, Palestino, Deportes Iquique, Rangers de Talca, O'higgins, Santiago Wanderers, Ñublense e San Luis de Quillota todos os times são do Chile. Experiência o cara tem, vamos ver em campo né?

No segundo tempo o ABC resolveu acordar e meteu um gol logo nos primeiros minutos, mas não deu tempo de comemorar, estava impedido. Após o gol anulado o time alvinegro tentou, tentou, tentou mais um pouco e… não conseguiu balançar a rede. O ritmo se manteve quente durante todo os 45 min. Sobre os destaques: Xavier e Joilson jogaram muito bem obrigada e Yan queimou a língua de alguns torcedores (inclusive a minha), o jogador que pareceu perdido nos jogos-treinos estava centrado e pareceu se encaixar no time melhor que muito jogador experiente por aí, Edson como sempre salvou as poucas bolas de perigo, mas salvou com destreza. Sinceramente a nossa sorte foi a má pontaria do Força e Luz e as péssimas finalizações porque se nosso adversário fosse 10% melhor sem dúvidas a derrota era certa, mas uma coisa podemos afirmar: ABC pode contratar o goleiro do Força e dispensar Saulo, vai ser uma ótima troca.

Nos 5’ de acréscimos já era possível ouvir as vaias e ao decorrer de todo o segundo tempo mais de uma vez a torcida cantou “queremos raça do time todo”, no final do jogo não foi diferente, no apito final o elenco saiu de campo em meio as vaias o que é compreensível, a torcida esperava no mínimo um 1x0, se formos ser criteriosos um placar mais amplo também era esperado, mas o ABC gosta mesmo é de iludir e esse ano não seria diferente.

Com o resultado (negativo) e com o nosso rival fazendo o dever de casa (América meteu um 4x0 no Assu) o ABC cai para segundo e o jogo final do Estadual acontece na Arena das Dunas e não mais no Frasqueirão como seria caso tivéssemos ganhado. Parabéns para a Federação, lutaram tanto para a final ser no Arena e conseguiram, sinceramente vocês são uma vergonha, queria que vocês tivessem a mesma força para lutar pelos clubes do RN como tem para transferir e levar jogos para o estádio da copa. Os meus mais sinceros parabéns!!!

 

Ficha técnica:

 

ABC: Edson, Yan, Maurício, Jonathan, Ivan, Pedra, Joilson, Xavier, Neto, Éder e Rodrigo Rodrigues.

 

Força e Luz: Manoel, Alex, Edson, Ketson, Pedro, Damião, Boca, Mariano, Diogo França, Paulinho e Murilo

 

Público e renda: público: 1.265 / renda: R$ 15.085.

 

Por Ana Neves