Empate com gosto de derrota

 

 

Site Oficial do Atlético PR

 

Com uma atuação regular, o Flamengo empatou com Atlético-PR neste domingo (28), pela terceira rodada do Campeonato brasileiro.

No início da partida, o Atlético-PR esteve com maior posse de bola, porém o Flamengo estava com uma marcação alta, dificultando a saída de bola do adversário. Aos 6' flamengo tentou o primeiro ataque em cruzamento de Matheus Sávio para Guerrero, mas a defesa do atlético tirou. Depois disso o Atlético PR continuou atacando, até que aos 24' Pará cruzou, Mancuello desviou de cabeça e furou a rede adversária (literalmente), 1x0 Flamengo.

Fonte: Site Oficial do Flamengo

Depois disso só deu CAP de novo, chegando com perigo aos 25' em uma cabeçada de Nikão no travessão e aos 40' com uma bola que Grafite mandou na trave.

No segundo tempo o Atlético-PR mexeu tirando Nikão e colocando Coutinho e como sempre, Zé começa o segunda tempo sem fazer nenhuma substituição. Os donos da casa foram muito mais incisivos para empatar o placar e a resposta não demorou a aparecer, aos 10' em uma cobrança de escanteio, Thiago Heleno subiu sozinho e em uma bola defensável, ao meu ver, deixou tudo igual. A partir daí o Flamengo tentou alguns ataques, mas nada objetivo.

 

Fonte: Site Oficial do Flamengo

Apesar dos 7 desfalques do Flamengo e jogar fora de casa, Zé Ricardo ainda não conseguiu armar nenhum esquema tático que funcionasse sem o Diego. Continua insistindo com alguns jogadores que algumas partidas vem jogando muito mal e durante o jogo nem sequer ousa substituí - los. Domingo tem clássico e a torcida aguarda o retorno do meia Diego

 

FICHA TÉCNICA:

Arbitragem : Braulino da Silva Machado (SC)

Auxiliar 1: Kleber Lúcio Gil (SC)

Auxiliar 2: Neura Inês Back  (SC)

 

Local: Arena da Baixada

 

Escalação Flamengo: Muralha, Renê, Rever, Vaz, Pará; Márcio Araújo, Cuellar (Rodinei), William Arão; Matheus Savio (Vinicius Junior), Mancuello (Lucas Paquetá), Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

 

Escalação Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Rossetto, Lucho (Guilherme), Nikão (Coutinho) e Pablo; Grafite (Ederson). Técnico: Eduardo Baptista.

 
Rayane Almeida