Empate com gosto de vitória no Fla x Flu

 

Os meninos de Xerém jogam com disposição e por muito pouco não ganham a partida

 

unnamed (2).jpg

Fla x Flu

Foto: Nelson Perez

 

 

Meu pai costumava dizer que “futebol é uma caixinha de surpresas”. E no Fla x Flu, disputado hoje no Estádio Kleber Andrade, esta máxima se fez valer. O empate de 1 x 1 mostrou que nem sempre o favoritismo de uma equipe mais forte vence a partida. O Fluminense, que entrou em campo com um time formado em sua maioria pelos meninos da base e alguns titulares, parou a equipe titular do Flamengo. Os moleques de Xerém jogaram bola, criaram jogadas, marcaram com vontade e só pecaram mesmo na hora de finalizar.

 

O primeiro tempo foi corrido e disputado. A equipe Tricolor buscou o gol e teve boas chances de abrir o placar. Aos 13 minutos, uma falha de Rafael Vaz foi aproveitada por Wendel que passou a bola para Henrique Dourado que, infelizmente, não aproveitou a chance e nem a saída adiantada de Muralha. Aos 24, outra oportunidade em erro de Márcio Araújo. Ceifador chutou no canto direito e Muralha espalmou. O rebote ficou com Léo que deu passe para Wendel concluir e o goleiro do Flamengo fez outra grande defesa. E no finalzinho, Léo aproveitou a saída errada de Muralha e cabeceou para o gol. O problema foi a presença de Trauco que cortou a bola e evitou o gol.

 

 

unnamed (3).jpg

Léo fez boa partida

Foto: Nelson Perez

 

 

Abel Braga não deixou o elenco descer para o vestiário e deu suas instruções no banco de reservas.

 

E o grupo entrou disposto no segundo tempo enquanto o adversário adotou uma postura mais defensiva. Apesar da equipe de Abel ter 9 finalizações contra 3 do Flamengo, a bola não queria entrar. Para ganhar mais velocidade em campo, o técnico colocou Richarlison no lugar de Maranhão e, minutos depois, sacou Pedro e tirou o Ceifador. O ritmo cresceu e nos últimos 20 minutos, a partida foi dominada pelo Tricolor. Até que aos 31 minutos, Pará foi expulso e o Flamengo ficou com um jogador a menos.

 

O Fluminense aproveitou a vantagem e, aos 38, Wendel marcou seu primeiro gol com a camisa Tricolor. Ele recebeu um rebote, depois de um escanteio e chutou a gol. A bola desviou em Rafael Vaz e entrou. E a vitória parecia certa e com quase 40 minutos o time das Laranjeiras só precisava administrar a partida para sair com os três pontos. No entanto, o “futebol é uma caixinha de surpresas”, William Arão marcou o dele aos 45 minutos, ao aproveitar as falhas de Léo, na marcação, e de Cavalieri, que saiu muito errado para defender a bola.

 

 

unnamed (4).jpg

Empate no Fla x Flu

Foto: Nelson Perez

 

 

A vitória escapou por um triz. Mesmo assim, deu gosto de ver o time jogando com valentia e muita vontade de vencer. Uma maneira elegante de calar a boca de muitos comentaristas corneteiros que disseram, durante a semana, que seria praticamente impossível o Tricolor, escalado praticamente com os meninos, vencer o grandioso Flamengo. Papai também dizia que “o jogo só termina quando acaba”.

 

O resultado deixou o Fluminense com 26 pontos e já definiu o Botafogo como seu adversário na semifinal da Taça Rio.

 

 

Carla Andrade