Enfim, clássico!

Ah, clássico! Clássico que movimenta a cidade, dividida por 2 paixões: Cruzeiro e Atlético. Rivalidade de anos e anos, rivalidade que dá gosto, afinal, quem não gosta de zoar o amigo/primo/namorado etc, quando o rival perde? Ainda mais em clássico? Não tem sensação melhor! E é isso que irá acontecer no clássico de amanhã no Mineirão!

"O clássico é um jogo gostoso de se jogar. Sabemos da importância. A gente fala que é jogo diferente, porque move muita coisa. Torcedor cobra diferente de outros jogos. Nós sabemos dessa consciência. Jogo em que todos gostam de estar dentro de campo”, disse o volante Henrique.

cruzeiro.jpg

Foto: Globo Esporte

O técnico Mano Menezes fez mistério quanto a escalação do time Celeste, fechou os treinamentos para imprensa e só liberou imagens do aquecimento. Alisson e Romero que sentiram lesões na partida contra o Vila Nova treinaram normalmente e devem seguir no time titular. A comissão técnica do time da Toca da Raposa, está preocupada com desgaste físico dos atletas e é provável que haja um time auxiliar para as partidas da Primeira Liga.

"Estamos estabelecendo critérios para suportar o número de jogos que teremos em curto espaço de tempo. Isto é interno, temos o direito de guardar. Não sabemos o time que vamos enfrentar na quarta-feira e também não vamos entregar para eles o nosso time. Temos duas equipes de qualidade. Então, independentemente de quem for entrar, tem condição de fazer bom papel", disse o treinador.

 

1ª rodada da Primeira Liga

Estádio: Mineirão

Horário: 19h30

Arbitragem: Wanderson Alves de Souza.

Assistentes: Luiz Antônio Barbosa,Felipe Alan de Oliveira e Renato Cardoso Conceição.

E sim, o quarteto de arbitragem é todo mineiro!

Provável escalação: Rafael; Ezequiel, Léo, Manoel e Diogo Barbosa; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Arrascaeta e Alisson; Rafael Sóbis.

 

O Cruzeiro anunciou nesta terça feira (31), o retorno do ídolo Lucas Silva, que estava atuando pelo Real Madrid. O jogador que foi Bicampeão Brasileiro pelo Cruzeiro em 2013 e 2014, retorna ao Maior de Minas para alegria da torcida. Realmente, Gilvan de Pinho Tavares foi bem discreto, e pegou toda a Nação Azul de surpresa, pois ninguém esperava. Mas é como diz aquele ditado, “um bom filho à casa torna!”

 

Por Manu Ferreira