Enfim mais três pontos, mas atuação horrível.

 

Nem sempre uma vitória no placar significa bom jogo no campo. Ontem foi o que aconteceu: um time com um grande elenco jogando mal contra um adversário abaixo em qualidade técnica e na tabela. A partida foi bem sem graça, jogo morno com uma equipe apática. Juro que estou tentando entender o que falta para eles voltarem a jogar com garra, força e paixão?

 

O jogo deste domingo (15) foi contra a Chapecoense, pela vigésima oitava rodada do campeonato Brasileiro, lá na Arena Condá, em Chapecó. O mesmo adversário que enfrentamos pela quarta vez no ano. Segunda neste campeonato e duas pela Sul-Americana. Nos dois jogos em casa, no Rio de Janeiro, goleamos fácil porque jogamos tranquilos, já como visitantes jogamos dois jogos bem abaixo e com ar de pelada de amadores.

 

Primeiro Tempo

 

Fonte: Futura Press

 

Sem muita emoção, mesmo com o quarteto titular e ofensivo - Diego, Éverton Ribeiro, Éverton e Guerrero - a dificuldade de chegar ao gol foi tanta que só teve uma finalização na primeira etapa. Muitos cruzamentos na área, todos sem êxito.

 

Segundo Tempo

 

Deu uma melhorada, a equipe conseguiu ir mais ofensivamente, e após a substituição de Éverton por Berrío, o time voltou a chegar lá na frente. Mas se por um lado ele consegue descer com a bola no campo adversário, fazer cruzamento com precisão é complicado. Numa jogada que começou nele, mandou para Guerrero, que teve seu lance parado no braço do adversário. Enfim, uma luz no fim do túnel, pênalti ao nosso favor, Diego não foi na bola (dando um alívio), também não foi Guerrero (o que me deu um sentimento ambíguo - artilheiro do time, mas com a pressão podia perder). Éverton Ribeiro foi bater e ele que não tinha perdido, chutou mal, como já disseram "displicente".

 

O gol

 

Diego aos 34 minutos do segundo tempo, recebeu um bom passe de Berrío, avançou e deu um chute cruzado, no canto direito do goleiro Jandrei. Balançou a rede e garantiu a vitória e os três pontos. Mesmo assim nos mantivemos na sétima posição com 41 pontos. O destaque mesmo do jogo vai para Diego Alves que fez defesas maravilhosas, provando que ele é quem é a nossa fortaleza do gol rubro-negro. O próximo confronto será na próxima quinta feira (19) às 21h na sua Ilha do Urubu.

Paula Barcellos