Enfim no G4

 

 

Neste sábado (24), o Internacional bateu o Brasil de Pelotas por 1 a 0, pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no Estádio Bento Freitas, e conquistou os 3 pontos que o recolocam no G4.

 

 

Fabinho comemora o gol que garantiu a vitória colorada

Foto: Arquivo Inter

 

 

O colorado deixou a pressão da capital, e rumou ao sul do estado para tentar apaziguar os ânimos da torcida. E conseguiu. Bateu o Brasil de Pelotas por 1 a 0 e conquistou 3 pontos importantíssimos fora de casa, que o recolocam no G4 – lugar este que tem obrigação de permanecer até o fim do campeonato.

Para este compromisso, o plantel de Guto Ferreira entrou em campo formado por Danilo Fernandes, Fabinho, Klaus, Danilo Silva, Uendel, Charles (Junio), Edenílson, Rodrigo Dourado, D’Alessandro, Brenner (Marcelo Cirino) e Eduardo Sasha (Diego).

 

 

1º TEMPO:

 

O Inter entrou em campo com a marca de dois jogos seguidos sem uma finalização sequer contra a meta adversária, e reverteu essa escrita logo no primeiro minuto, com uma cabeçada de Charles. Mesmo fora de casa, o Colorado se impôs e dominou a primeira etapa, contra um Xavante com sete ausências no Bento. Como os números comprovam: foram 12 conclusões em 45 minutos, contra um total de 10 nos últimos dois compromissos.

A equipe colorada investiu bastante pelo lado esquerdo do campo, com combinações entre Uendel, Charles e Eduardo Sasha, que criou ao menos três chances claras no primeiro tempo. O gol, porém, saiu justamente do lado direito, com Fabinho. Deslocado à lateral direita, o volante tinha atuação abaixo dos demais companheiros, mas teve estrela de sobra. Aos 38, em uma jogada iniciada por Brenner que passou para D’Ale, até chegar nele que chutou cruzado já dentro da área para abrir o placar.

 

 

2º TEMPO:

 

Na segunda etapa, as duas equipes voltaram sem alterações. O Inter seguiu superior no começo, mas esfriou, até pela circunstância de jogo, com vantagem no placar. O Colorado levou perigo com Sasha e Brenner nos minutos iniciais, mas recuou e viu o Brasil de Pelotas crescer para pressionar a partir dos 20 minutos. O Xavante criou ao menos três chances claras, com Lincom, Juninho e Aloísio, obrigando Danilo Fernandes a fazer três grandes defesas para segurar um triunfo valioso para a equipe de Guto Ferreira.

Agora, o colorado ocupa a 4ª posição da tabela, o último do G4, com 17 pontos, apenas 2 atrás do líder Guarani. O próximo jogo é no sábado (01),  às 16h30, no Gigante da Beira-Rio pela 11ª rodada da Série B, diante do Boa Esporte.

 

 

#NadaVaiNosSeparar

Melina Bölner.