Enquanto houver chances, haverá esperança!

Tentamos não nos iludir com título, mas não tem como! Vitórias como a de hoje faz com que ainda exista esperanças lá no fundo de que o Santos ainda possa erguer a taça no final do campeonato. Tarefa difícil? Sim, não depende apenas de nós, mas se fizermos nossa parte já estaria de bom tamanho.
 
Quem diria que chegaríamos até a segunda colocação do Brasileirão? E quem acreditaria que a nossa diferença para o líder seria apenas de 6 pontos? Diferença que pode cair para três, já que a próxima partida do Peixe é em casa contra o Vitória e o Palmeiras jogará fora contra o Galo.
 
Hoje foi dia de renovar as esperanças e deixar claro que estamos "contra tudo e contra todos". 
 
Foto: Santos FC
 
O Peixe foi até Campinas em busca de mais uma vitória, desta vez, contra a Ponte Preta. E conseguiu. Em uma partida emocionante e que também marcou o protesto do clube praiano à mudança de horário e data da realização da partida, o Santos voltou para casa com 3 pontos na mala.
 
Em forma de protesto pela mudança repentina em menos de 24h do dia e horário da partida, o Peixe entrou em campo com os dizeres "Faltou respeito" estampado nas costas da camisa. Afinal, foi muito desrespeito com o torcedor e até mesmo para os próprios atletas por conta de suas preparações.
 
Na primeira etapa, o Santos começou bem, mas não conseguia finalizar com sucesso. Já a Ponte, na primeira boa oportunidade viu Wendell sofrer pênalti de David Braz e Pottker converter, colocando a Macaca na frente do placar. O gol da Ponte Preta fez a equipe santista sentir muito o baque e ficar apagada no restante do primeiro tempo.
 
Na etapa complementar, com as mudanças feitas por Dorival Jr, o Peixe voltou melhor e com a presença de Yuri em campo passou a criar mais e oferecer perigo ao time pontepretano. Com isso, o alvinegro praiano chegou ao  gol de empate com Ricardo Oliveira, pegando rebote de Léo Cittadini. Com a partida empatada, o Peixe cresceu dentro de campo mas perdia muitas chances claras de gol, conseguindo apenas o gol da virada aos 43 minutos do segundo tempo com Copete em outra jogada envolvendo Léo Cittadini.
 
Um dos destaques da partida, Cittadini fez uma bela partida na manhã de hoje, mostrando para Dorival Jr que ele também sabe dar conta do recado. Outro destaque também foi às boas substituições do técnico santista, muito feliz em suas escolhas, hoje elas fizeram uma grande diferença.
 
Com a vitória no Moisés Lucarelli, o Peixe pulou para a segunda colocação do campeonato, apenas atrás do líder Palmeiras. Ainda há esperança! Pudemos ver hoje algo que algum tempo não víamos na equipe: entrega! E que continue assim, faltam mais 4 finais e o próximo desafio é em casa!
 
VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!
 
Carolina Ribeiro
 
Carolina Ribeironão nos iludir com título, mas não tem como! Vitórias como a de hoje faz com que ainda exista esperanças lá no fundo de que o Santos ainda possa erguer a taça no final do campeonato. Tarefa difícil? Sim, não depende apenas de nós, mas se fizermos nossa parte já estaria de bom tamanho.
 
Quem diria que chegaríamos até a segunda colocação do Brasileirão? E quem acreditaria que a nossa diferença para o líder seria apenas de 6 pontos? Diferença que pode cair para três, já que a próxima partida do Peixe é em casa contra o Vitória e o Palmeiras jogará fora contra o Galo.
 
Hoje foi dia de renovar as esperanças e deixar claro que estamos "contra tudo e contra todos". 
 
O Peixe foi até Campinas em busca de mais uma vitória, desta vez, contra a Ponte Preta. E conseguiu. Em uma partida emocionante e que também marcou o protesto do clube praiano à mudança de horário e data da realização da partida, o Santos voltou para casa com 3 pontos na mala.
 
Em forma de protesto pela mudança repentina em menos de 24h do dia e horário da partida, o Peixe entrou em campo com os dizeres "Faltou respeito" estampado nas costas da camisa. Afinal, foi muito desrespeito com o torcedor e até mesmo para os próprios atletas por conta de suas preparações.
 
Na primeira etapa, o Santos começou bem, mas não conseguia finalizar com sucesso. Já a Ponte, na primeira boa oportunidade viu Wendell sofrer pênalti de David Braz e Pottker converter, colocando a Macaca na frente do placar. O gol da Ponte Preta fez a equipe santista sentir muito o baque e ficar apagada no restante do primeiro tempo.
 
Na etapa complementar, com as mudanças feitas por Dorival Jr, o Peixe voltou melhor e com a presença de Yuri em campo passou a criar mais e oferecer perigo ao time pontepretano. Com isso, o alvinegro praiano chegou ao  gol de empate com Ricardo Oliveira, pegando rebote de Léo Cittadini. Com a partida empatada, o Peixe cresceu dentro de campo mas perdia muitas chances claras de gol, conseguindo apenas o gol da virada aos 43 minutos do segundo tempo com Copete em outra jogada envolvendo Léo Cittadini.
 
Um dos destaques da partida, Cittadini fez uma bela partida na manhã de hoje, mostrando para Dorival Jr que ele também sabe dar conta do recado. Outro destaque também foi às boas substituições do técnico santista, muito feliz em suas escolhas, hoje elas fizeram uma grande diferença.
 
Com a vitória no Moisés Lucarelli, o Peixe pulou para a segunda colocação do campeonato, apenas atrás do líder Palmeiras. Ainda há esperança! Pudemos ver hoje algo que algum tempo não víamos na equipe: entrega! E que continue assim, faltam mais 4 finais e o próximo desafio é em casa!
 
VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!
 
Carolina Ribeiro