EQUIPE MERENGUE BUSCARÁ O PRIMEIRO TRIUNFO NA LA LIGA DIANTE DO BETIS

 

Merengues no último treino antes do encontro com o Betis 

FOTO - Twitter oficial do Real Madrid 

 

Vindo de um empate sem gols na estreia, o Real Madrid voltará a campo neste sábado (26), onde irá enfrentar o Betis, no Estádio Benito Villamarín, às 16hs (horário de Brasília). A partida é válida pela terceira rodada do Campeonato Espanhol. É esperado um jogo bem disputado, levando em consideração as últimas partidas entre as equipes no Villamarín, onde os Verdiblancos sempre complicam a vida do time Merengue. Além disso, a equipe da Andaluzia vem de duas vitórias na La Liga. 

 

"Eles têm quase o mesmo elenco do ano passado, mas o treinador mudou. Todos nós conhecemos Pellegrini e o que ele pode contribuir para a sua equipe. O Betis sempre teve jogadores de qualidade e este treinador pode contribuir com as suas qualidades", disse Zidane.

 

Para o encontro com o time da Andaluzia, o técnico do Real Madrid contará com a volta de boa parte dos jogadores que ficaram de fora da partida contra a Real Sociedad. No último treino realizado nesta sexta-feira (25), somente o brasileiro Militão e o atacante Mariano não participaram do treino com o restante do plantel. Apesar dos jogadores Hazard e Asensio terem se juntado ao grupo, Zidane optou por deixar os dois fora da lista de convocados, alegando que ambos estão fora de ritmo de jogo, devido ao pouco tempo de treinamento.

Diante deste cenário, Isco e Lucas Vásquez regressam a equipe que viajará para a cidade de Sevilha. Com isso, os garotos do Castilla, Marvin e Arribas, que estrearam no time principal contra a Real Sociedad, ficaram de fora. Além disso, após outros testes do Covid-19, o norueguês Ødegaard foi liberado e estará à disposição de Zidane. 

 

Relacionados para o duelo frente ao Betis 

Foto - Twitter oficial do Real Madrid 

 

Zidane foi questionado sobre a ineficácia da equipe na estreia, depois de não ter conseguido balançar as redes: 

 

"Não vejo como ineficaz, porque seria dizer que não fomos eficazes no ano passado e não é o caso. Houve períodos menos eficazes, mas não tenho medo, mas é preciso trabalhar muito mais e é minha responsabilidade como treinador e os jogadores sabem disso. Mas eu não concordo que não sejamos eficazes. O importante é o equilíbrio. Eu sempre venceria pelo mínimo e não sofreria gols, mas tenho certeza que vamos fazer gols", declarou o técnico. 

 

HASTA EL FINAL 

VAMOS REAL!

 

¡HALA MADRID Y NADA MÁS!

 

Rosileide Ribeiro, colunista e torcedora do Real Madrid no Portal Mulheres em Campo 

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.