EQUIPE TITULAR????

 




(Foto: Instagram Cruzeiro/ Bruno Haddad)

 

Neste domingo (01), o Cruzeiro enfrentará o Vasco pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será no Estádio Mineirão, naquele horário ruim das 19h. 

Esse será o terceiro jogo em que Rogério Ceni comandará a equipe Celeste. O técnico mantém o posicionamento de não abrir os treinos para a imprensa, que geralmente pode acompanhar apenas o aquecimento dos atletas. 

Ceni precisará de muita calma para tomar uma decisão importante: entrar com força máxima contra os cariocas no domingo ou poupar alguns jogadores para a decisão da Copa do Brasil, contra o Internacional, na quarta-feira que vem.

Pelo placar de 1 a 0  da primeira partida contra o Inter, será necessário fazer ao menos um gol, não tomar nenhum e aí sim, ir para os pênaltis. Será que vale a pena continuar jogando fora os pontos do Brasileirão? Logo em suas primeiras entrevistas coletivas, Rogério disse que a possibilidade de ser campeão pela Copa do Brasil um dos atrativos para vir para Belo Horizonte. 


(Foto: Instagram Cruzeiro/ Bruno Haddad)

 

Como se sabe, a situação Celeste no Brasileirão não é nada boa. A 16ª colocação incomoda. Esse não é o lugar para uma equipe do tamanho do Cruzeiro. Já o Vasco da Gama, equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo, também se encontra numa posição ruim. É o 14º na tabela. São 5 pontos entre as equipes. Mesmo que o Cruzeiro vença, não conseguirá ultrapassar os cruzmaltinos. 

 

Momento complicado, mas que pode contar com a volta de Dedé. O zagueiro é jogador importante tanto para melhora técnica da equipe, como liderança dentro de campo. Ele sentiu desconforto muscular e não participou do empate por 1 a 1 com o CSA, mas afirmou estar bem e preparado para domingo. Na sexta-feira (30), o atleta comentou a importância da zaga titular, formada com Léo, mas não mencionou se os dois jogarão juntos contra a equipe de Vanderlei Luxemburgo. 

Ao considerar  a primeira partida contra o Inter, pela Copa do Brasil, o placar de 1 a 0, mas que será necessário fazer ao menos um gol, não tomar nenhum e aí sim ir para os pênaltis. Será que vale a pena continuar jogando fora os pontos do Brasileirão? 

 

#NasBatalhasComOCruzeiro

Sam Bella