Escapamos, mas não por merecimento

 

(Foto: Paulo Ricardo/Futura Press/Estadão Conteúdo)

 

 

O torcedor que viu a Portuguesa encostar no G4 foi o mesmo que acompanhou o jogo diante do XV de Piracicaba no último domingo (23), no estádio Barão de Serra Negra. Como o próprio título diz, escapamos da série A-3, mas o sentimento de que não merecíamos a permanência rodeia o coração lusitano.

 

Os resultados favoráveis das partidas do Bragantino e Barretos evitaram o 5º rebaixamento seguido da Lusa. Sendo assim, Velo Clube, Barretos, Capivariano, Rio Preto, Mogi Mirim e União Barbarense disputarão a A-3 em 2018. Já para tentar o acesso, Bragantino, Água Santa, Rio Claro e São Caetano estão na lista.

 

No jogo onde os dois times lutavam para se livrar do temido rebaixamento, a torcida do XV compareceu em peso e apoiou a equipe do interior durante os 90 minutos. No primeiro tempo nenhuma grande chance de gol foi criada pela rubro-verde. Berna fez grandes defesas e continua sendo o único jogador que, até o presente momento, pode ser aproveitado para a série D do Brasileirão.

 

Logo no início do segundo tempo, Luizinho invadiu a área, bateu por cima do goleiro Pasinato e marcou o primeiro gol da partida. Vale lembrar que a Portuguesa dependia apenas de uma vitória, mas caso não conseguisse, os resultados de equipes adversárias poderiam livrá-la da A3 e foi assim que aconteceu.

 

Com o time na retranca e sem vontade, o XV conseguiu deixar tudo igual aos 37 minutos com um gol de Carlos Alberto. Se o empate já não fosse vergonha suficiente para a péssima campanha da Portuguesa, o time conseguiu sofrer a virada aos 45 minutos, com Rodrigo.

 

 

SERÁ QUE CRER EM DIAS MELHORES É O SUFICIENTE?

 

Como alguns veículos de comunicação já noticiaram, a Lusa não teve nenhuma vontade de buscar o empate. Após saber o resultado do jogo do Bragantino, os jogadores 'morreram' em campo e ouso a falar, entregaram os últimos minutos de jogo nas mãos do XV. Claro que isso não anula o péssimo desempenho em campo, mas é bem estranho quando os jogadores parecem não querer a vitória.

 

Espero que a partir de hoje o nosso querido presidente Alexandre erga as mangas e não use o fator ‘falta de dinheiro’ como muleta para a contratação de jogadores para a série D. Ele já entrou no comando sabendo das dificuldades, que agora assuma e tente deixar a casa em ordem. É o mínimo que deve ser feito.

 

Com certo alívio no coração, mas aquele sentimento de ‘poderia ter feito mais’, fico no aguardo para uma das competições mais difíceis que teremos pela frente, a última divisão do Campeonato Brasileiro.

 

 

 

FICHA TÉCNICA:

19ª RODADA DA SÉRIE A-2 DO CAMPEONATO PAULISTA

XV DE PIRACICABA 2 x 1 PORTUGUESA

 

 

Data: 23/04/2017.

Horário: 16h.

Local: estádio Barão de Serra Negra.

Público: 3.831 pagantes.

Gols: XV de Piracicaba: Carlos Alberto 37' 2T, Rodrigo 45' 2T. Portuguesa: Luizinho 1' 2T.

 

Portuguesa:

Ricardo Berna; Bruno Santos, Everton, Bruno Oliveira e Thiago Feltri; Dinho, Fernando Martins (Bruno Xavier), Luizinho e Leandro Domingues; Bruno Duarte (Rômulo) e Adilson (Rodolfo).

Técnico: Estevam Soares.

 

XV de Piracicaba:

Mateus Pasinato; Zé Mateus, Rodrigo, Doni e Samuel (Barreto); Gilson, Clayton (Bruno Formigoni) e Gilsinho; Romarinho, Bruninho e Rafael Gomes (Carlos Alberto).

Técnico: Vica.

 

 

De rubro-verde para rubro-verde, Thaís Santos.