Estamos na final

 

Num jogo emocionante o Remo vence o Independente e haverá clássico  na final do Parazão!

 

Extraída da Internet

 

Realmente o futebol é algo que nós leva do céu ao inferno, ou para nós Azulinos, nos tirou do inferno e levou aos céus.

No jogo de ida o Leão Azul perdeu para o Galo de Tucuruí por 2x0, precisaria fazer 3 gols para levar para os pênaltis ou mais para ficar nos 90 minutos e encerrar ali mesmo e nos levar direto pra final.

Mas se não for sofrido e não der "mini infartos" não seria jogo do Remo. Aos 12 minutos do 1° tempo, Magno de longe marcou para o Independente.

O Remo voltou no 2° tempo fazendo pressão de todas as formas, aos 02:23 da etapa complementar uma cobrança curta de escanteio de Marquinhos para Edgar e Edgar devolveu  para Marquinhos que lançou  a bola para João Vitor e Igor João, o aniversariante do dia que mandou a bola para o gol empatando o jogo, mas ainda assim o Galo levava, o Remo precisaria de mais 2 gols para levar para os pênaltis. Fazendo um jogo acelerado, o tempo era inimigo do  time Azulino, o fenômeno azul entoava "EU ACREDITO" e aos 40 minutos do 2° tempo Tsunami de cabeça marcou e nos dava mais esperança. Os nossos corações estavam cada vez mais acelerados e aos exatos 42 minutos, João Vitor também de cabeça fez o 3° gol do Remo, o placar de 3x1 nos levou para os pênaltis. HAJA CORAÇÃO!

Extraída da Internet

 

Entova no Mangueirão o "EU ACREDITO", era perceptível o cansaço nos jogadores, mas nós, o fenômeno  Azul, somos o Doping, e com bastante emoção ganhamos nos pênaltis de: Remo 3 (10) x 1 (9) Independente, placar que nos levou para a final do Parazão que será de clássico, o clássico mais disputado do mundo que é o Rexpa.

 

O time do Remo foi guerreiro, juntos eles, nós, somos mais fortes. O Fenômeno Azul nunca te abandonou meu Leão, a tua torcida vai te levantar.

 

Um trecho do nosso hino diz:

" (...) Em cada um de nós mora a esperança, essa pujança, nosso ideal, e porque somos do clube do Remo, no nosso amor diremos que não tem rival e nós  atletas  temos vigor, a nossa turma é toda de valor".

 

Extraída da Internet

 

Seguimos firmes e fortes, nada está  ganho, o jogo só  termina quando o juíz  apita.


 

Saudações  Azulinas!


Mariana  De Moraes.