Estreia com autoridade

 

Neste domingo (14), foi a estreia do Grêmio no Campeonato Brasileiro com uma atuação dominante, em que o Tricolor fez 2 a 0 no Botafogo sendo superior do começo ao fim do jogo em Porto Alegre. Na próxima rodada, o Grêmio visita o Atlético-PR. O Tricolor, contudo, volta a campo antes. Na quarta-feira, recebe o Fluminense no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, e na próxima semana tem jogo em casa pela Copa Libertadores da América.

 

 

Foto: Lucas Uebel para Grêmio FBPA

 

O início do jogo foi bastante truncado, mas marcado pela intensidade gremista que parecia buscar provar algo depois da pressão em cima de Renato e após a queda pelo Gauchão. O domínio do meio campo foi nítido, tendo excelentes participações de Michel e Arthur. O Tricolor encaixou contra-ataques rapidamente, e logo no início já teve boas chances, dando trabalho a Gatito Fernandez. No primeiro gol, Luan tentou, Gatito pegou, o Grêmio insistiu, Marcelo tirou em cima da linha mas na sobra, Ramiro não perdoou: 1 a 0.

 

Na segunda etapa, o Botafogo iniciou buscando o ataque, mas sempre com fracas finalizações. O Tricolor voltou a ter destaque, contudo o gol foi controverso. Os alvinegros reclamaram, mas a arbitragem confirmou: Ramiro arriscou em chute forte, a bola desviou no braço de Luan e enganou Gatito, 2 a 0. Perdemos inúmeros gols até o fim da partida, contudo, administramos o jogo até os minutos finais.

 

Foto: Lucas Uebel para Grêmio FBPA


Esse jogo, sem sustos, dá mais fôlego ao Grêmio que mesmo sem Edílson, Maicon e Miller Bolaños, esteve com as rédeas do duelo. Arthur, como titular, foi novidade na formação. Fazia tempo que o sistema ofensivo do Grêmio não funcionava tão bem. Destaca-se a velocidade de Luan e Pedro Rocha. Inclusive, Luan errou muitos gols, muitos mesmo!  O Grêmio terminou a partida com dezenove finalizações, e o Botafogo com apenas oito.

 

Foi um “baita” jogo. Ramiro merece destaque, sempre com raça, com amor, foi dinâmico e liderou o time em campo, um gremista desde criancinha como cada um de nós, ele vibra a cada bola disputada, é bonito de ver. Possivelmente, essa foi a melhor atuação Gremista do ano. O time jogou muita bola coletivamente e individualmente, os jogadores estiveram muito bem durante toda a partida. Além de tudo a defesa estava muito segura com Kannemann e Geromel. Que siga assim, ou melhor, que nosso Grêmio se encontre em campo a cada dia mais! Queremos manter a alegria de sermos Gremistas e campeões. Ano de Libertadores! Ano de Brasileirão! Ano de Copa do Brasil!

 

Iludrômetro a mil, vamos lotar nossa casa para os próximos jogos, vamos acreditar em nosso Tricolor, vamos apoiar!

 

Avante meu Grêmio!

Por Kamila Costha!