ESTREIA DO FANTASMA NA COPA DO BRASIL

Operário viaja para o Ceará para enfrentar o Barbalha nesta quarta (05)

(Foto: Felipe Moreno / MoWA Press)

Na próxima quarta-feira, 05 de fevereiro, o Operário fará sua estreia na Copa do Brasil contra o time do Barbalha.

O time do Ceará não é muito conhecido no cenário nacional, porém tem feito um bom campeonato estadual. Terminou a primeira fase em segundo lugar na tabela e agora, na segunda fase, se encontra em quarto lugar.

Como o Operário sustenta melhor posição no ranking da CBF, viaja à Barbalha com a vantagem do empate. Porém, essa não deve ser uma opção para o OFEC, que deve entrar em campo para buscar a vitória. O técnico Gerson Gusmão afirmou, em entrevista ao Globo Esporte, que fez a lição de casa assistindo a três jogos do Barbalha, e está ciente do bom retrospecto do time em casa.

O Operário ganhou no último domingo, com gol do artilheiro Douglas Coutinho e uma das preocupações da comissão técnica é o desgaste físico dos atletas, que além de virem de dois jogos difíceis, terão que enfrentar uma longa viagem até o interior do Ceará.

A vitória ou, no mínimo, o empate, é obrigação do Operário.  Contamos com um time profissional, que disputa a série B do Brasileiro e tem uma estrutura muito boa. Já o Barbalha é um time que está se profissionalizando, inclusive, em novembro do ano passado fez uma peneira na região para fortalecer o elenco, conforme informações do próprio Instagram do clube.

O fantasma carrega o peso do favoritismo, mas deverá entrar em campo com humildade e respeito ao adversário. Será um jogo difícil, pois a probabilidade é que o time do Barbalha entre fechado, apostando nos contra-ataques e com a vantagem de conhecer todos os “atalhos” do prejudicado gramado do Inaldão.

Outro aspecto do jogo é a batalha de artilheiros. O atacante Cleber é o artilheiro do Cearense com 6 gols e pelo OFEC temos Douglas Coutinho, com 4 gols no estadual.

Espero que o Operário corresponda com a expectativa da torcida e faça um bom jogo, trazendo a vitória e a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil.

 

Por Kamila Padilha, colunista do Operário Ferroviário Esporte Clube.

*O BlogMec esclarece que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog.