Expectativa baixa e mudanças

 

 

 

Peixe estreia na Copa do Brasil com novidades

 

 

 

Foto: Facebook/Santos FC

 

 

 

Após ser derrotado por 5 a 1 pelo Grêmio no último domingo (06), o Santos volta a campo pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quinta-feira (10), às 21h45, contra o Luverdense na Vila Belmiro. A expectativa é de baixo público no estádio, que provavelmente não deve chegar ao número de 4 mil pagantes.

A torcida alvinegra, que já tem uma grande fama de não comparecer muito ao estádio, está indignada pelas atuações muito abaixo do esperado do time santista. O que na verdade já vem ocorrendo desde 2016, após a final do Campeonato Paulista, o começo da nossa decadência.

A verdade é que o torcedor se iludia com resultados e não percebia a necessidade que a equipe realmente tinha, jogando culpa em treinadores, torcedores... Porém o problema é um conjunto que deve ser levado até a gestão do clube, que também está deixando a desejar com a demora para realizar ações e promessas. Não adianta culpar o baixo público pelo horário ou preço da partida, jogar a culpa na Vila Belmiro sendo que no Pacaembu provavelmente o público seria tão baixo quanto.

O problema está em quem não procura enxergar a verdadeira origem do problema.

 

 

O JOGO

 

 

O técnico Jair Ventura fará mudanças para esta partida, sendo as principais o retorno do lateral Victor Ferraz e do meia Vitor Bueno, deixando no banco o lateral Daniel Guedes e os meias Jean Mota ou Léo Cittadini.

Esta será a primeira vez que o time santista enfrentará o Luverdense, clube do Mato Grosso fundado em 2004, atual campeão da Copa Verde e na zona de rebaixamento da série C do Brasileirão.

A provável escalação da equipe deve contar com Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Jean Mota (Léo Cittadini) e Vitor Bueno; Eduardo Sasha, Gabigol e Rodrygo.

 

 

 

Carolina Ribeiro