FALTA POUCO PARA O G-4

(Foto: Lucas Uebel)

Faltando oito rodadas para encerrar o Campeonato Brasileiro, o Grêmio precisa de dois pontos para alcançar e se manter no G4 para pegar uma vaga direta na Libertadores 2020. As vitórias consecutivas e no GREnal, mantiveram a equipe na quinta colocação com cinquenta pontos.

Para se manter vitorioso e consagrar a promessa feita por Renato, o Tricolor terá adversários que lutam contra o rebaixamento e os que estão no G6 nas próximas rodadas, começando com o CSA, nesta quinta-feira (7), às 21 horas, na Arena do Grêmio em Porto Alegre pela 31ª rodada do Brasileirão.

O Grêmio voltou às atividades no CT Luiz Carvalho, com a ausência de três titulares no treino da terça-feira (5), Kannemann e Alisson correram em volta do gramado enquanto o restante trabalhou a parte técnica, enquanto que Geromel não apareceu em campo. Michel, que treinou normalmente caiu e sentiu o joelho, sendo atendido pelo médico Carlos Stringhi antes de ir para o vestiário.

O treino desta quarta-feira (6), teve uma movimentação diferente, pois crianças e adolescentes atendidas pelo Instituto Geração Tricolor visitaram o Departamento de Futebol em comemoração aos nove anos da Instituição. As crianças entregaram cartas feitas por eles aos jogadores mostrando a importância do IGT em suas vidas.

Após o treino, as crianças entraram em campo e jogaram futebol com os ídolos gremistas. O atacante Luan foi um dos mais requisitados e retribuiu o carinho com autógrafos e fotos – uma vez ídolo, sempre ídolo, meu reizinho-, assim como Everton e Renato.

(Foto: Lucas Uebel)

O objetivo da visita além da comemoração de aniversário foi para divulgar a campanha de novos sócios para a Instituição, que tem o projeto de ampliar o número de crianças e adolescentes atendidos em 2020.

O Grêmio deve entrar em campo contra o CSA com a mesma escalação do último jogo contra o Inter, com: Paulo Victor; Rafael Galhardo, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Matheus Henrique e Diego Tardelli; Alisson, Luciano e Everton.

Por Camila Seelig