Faltou futebol, mas o resultado veio!

 

 

Menos de 5 minutos foram necessários para o Peixe abrir o placar na Arena Condá, em saída de bola errada do goleiro da Chapecoense, o Santos aproveitou a oportunidade e Lucas Lima de cobertura fez o primeiro e único gol da partida. Fruto da pressão que a equipe santista sempre começa impondo no começo dos jogos e que ontem deu resultado.

Porém, somente nestes primeiros minutos o alvinegro pressionou a Chapecoense. O time da casa passou a controlar a partida, mas não tinha sucesso nas finalizações. Já o time santista caiu muito de produção, o ataque e o meio campo pouco fizeram.

A defesa alvinegra protagonizou alguns momentos que com certeza deve ter deixado o torcedor com o coração na mão, mas de certa forma, a defesa também foi importante para segurar o resultado.

 

Foto: uol esportes

 

Na segunda etapa, o Santos retornou à campo com a mesma postura, aparentemente relaxado e segurando o resultado. Se no primeiro tempo as tentativas da Chapecoense não apresentavam tanto perigo, na etapa complementar a pressão foi enorme!

Apesar de Lucas Lima ser o autor do único gol, o "cara" do jogo, sem dúvidas, foi o goleiro Vanderlei. Um dos responsáveis para que a partida terminasse com o resultado a favor da equipe alvinegra e que vem em belíssima fase. Diria até que merece vaga na Seleção Brasileira, mas pode deixar ele quietinho aqui, Tite!

 

A vitória fora de casa deixa o Santos ainda vivo na briga pelo G-3 com 58 pontos na quarta colocação, apenas 1 ponto atrás do terceiro colocado, Atlético MG, com 59. A próxima rodada do Brasileirão poderá mudar a tabela e "embolar" mais ainda a briga pela ponta. Santos (4 colocado) e Palmeiras (1 colocado) se enfrentarão no próximo sábado na Vila Belmiro; Atlético MG (3 colocado) e Flamengo (2 colocado) se enfrentarão na Arena Independência. Uma rodada que vai pegar fogo!

Uma vitória no clássico de sábado e um tropeço do Atlético nos deixaria no terceiro lugar. Agora é continuar fazendo o nosso trabalho e por que não torcer para um tropeço dos adversários?

 

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!

Carolina Ribeiro