Favoritismo não ganha jogo

O São Paulo entrou em campo nesta terça - feira (10), como favorito no confronto contra a Chapecoense, um fez a melhor campanha da primeira fase, outro, amado por todos os torcedores pela força e garra.

 

Depois de um 2016 triste o time de Santa Catarina vem novamente escrevendo seu legado no futebol, os meninos da base mostraram que mesmo com toda dor estão prontos para novos desafios.

 

Novamente chegaram onde nunca haviam chegado, depois de uma disputa de pênalti contra o tricolor na arena Capivari. Uma partida dura para os meninos de cotia onde encontraram o time da chape fechado pronto para não deixar chegarem no gol.

 

Dois times com excelentes atacantes mas quem brilhou mesmo foi o goleiro do verdão com belas defesas. No tempo normal a partida terminou 0x0 levando aos pênaltis.



Foto: Globo esporte


 

Ninguém poderia esquecer que as últimas partidas da Chape foram decididas com a emoção das penalidades. E a todo momento a torcida gritava "VAMOS, VAMOS, CHAPE" as cobranças começaram com Vini que converteu, na seqüência, Tiepo fez o esperado: Defendeu a bola de Militão. Bruno, pela Chape, marcou mais um. Tiepo chegou a tocar na bola, mas Paulo Boia marcou para o time paulista. Fauth fez o terceiro para a Chape, Geovane, do São Paulo, mandou pela linha. Ronei cobrou, tendo a chance de definir a favor da Chape, mas Lucas Paes defendeu. Em seguida, Liziero enganou Tiepo e converteu para o tricolor paulista. Por fim, Ned com um chute forte e decisivo mandou para o fundo da rede classificando Verdão para próxima fase da copinha.

 

 

Foto: Globo esporte

 

Próximo rodada o São Paulo assistirá de casa a partida da  Chapecoense contra o Capivariano.


Bia Souza