Fechando a temporada em grande estilo.

Geuvânio, um dos destaques da partida.

Após a perder o título da Copa do Brasil na última quarta-feira e consequentemente a chance de uma vaga para a Libertadores, o Santos entrou em campo neste domingo na Vila Belmiro para enfrentar o Atlético-PR e cumprir tabela, já que não seria mais possível uma vaga no G-4 da competição.

A equipe santista foi escalada sem a presença de 6 jogadores titulares na equipe, entrando em campo com a seguinte formação: Vladimir; Victor Ferraz, Werley (Leonardo), Gustavo Henrique e Zeca; Alison (Fernando Medeiros), Leandrinho, Serginho (Vitor Bueno) e Lucas Lima; Gabriel e Geuvânio.

No início da partida, o Furacão começou atacando mais do que o time da casa, criando mais chances, enquanto a equipe santista se aproveitava dos contra-ataques. Por pressionar tanto, logo aos 12 minutos o Atlético abriu o placar com Cleberson. Porém,  a vantagem do Furacão nem durou muito tempo, e 2 minutos depois, Geuvânio empatou a partida após uma falha da defesa adversária. A virada santista aos 29 minutos, com um gol de Gabriel.

Já na etapa complementar, foi um show a parte da equipe santista, aos 14 minutos, Gabriel ampliou ainda mais a vantagem do Peixe, seguido de Vitor Bueno que fez seu primeiro gol como profissional aos 28 minutos e aos 33, para fechar a goleada, Geuvânio marcou mais um.

Com este resultado, o Santos termina o Campeonato Brasileiro na 7ª colocação.

O torcedor que compareu no estádio hoje, não teve do que reclamar. Porém, a pergunta que fica é: Qual o motivo da equipe não ter jogado desta mesma maneira nos últimos jogos?

O que nos resta agora é esperar que a temporada de 2016 seja melhor do que essa, sem crise, que consigamos fortalecer a equipe e manter pelo menos, boa parte deste elenco atual.

Obrigada, meu Santos! COM O SANTOS ONDE E COMO ELE ESTIVER.

Carolina Ribeiro