FINALMENTE UMA FLECHADA!

 

Após 6 jogos sem saber o que era comemorar uma vitória, finalmente o torcedor alviverde pode respirar aliviado e passar o restante da semana dormindo fora do Z4.

A primeira vitória da Chapecoense no returno do Brasileirão, foi válida pela 20° rodada do campeonato e contabilizou uma partida adiada, que deveria ter acontecido em 22/08, estreia das equipes no returno. Na ocasião o time Paranaense não conseguiu chegar até Chapecó por conta do mal tempo e a partida foi remarcada para a noite de ontem (13/09) às 20 horas (horário de Brasília).

 

(Foto: LANCE!/www.terra.com.br)

 

Como de costume, o técnico Guto Ferreira não repetiu a escalação de outros jogos. A justificativa do treinador é de que está buscando o melhor equilíbrio da equipe e a formação ideal para a recuperação do Verdão do Oeste na competição.

A Chape entrou em campo com: Jandrei; Eduardo Oliveira, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Bruno Pacheco; Márcio Araújo (substituído para a entrada de Canteros), Elicarlos, Diego Torres (substituído para a entrada de Yann Rolim), Agustín Doffo (substituído para a entrada de Bruno Silva), Victor Andrade; e Leandro Pereira.

 

SOBRE A PARTIDA:

Apesar da má qualidade do futebol apresentado, a Chapecoense fez um bom primeiro tempo de partida e ficou 60’ + 1’ sem levar gol. O jogo seguia equilibrado com ambas as equipes tendo oportunidade de gol, porém com a pontaria precisando de uma calibrada.

Ambas as equipes precisavam do resultado, mas a pressão maior era dos donos da casa, que estavam na vice lanterna e sem vencer a 5 jogos pelo Brasileirão.

A equipe mandante pressionou e também defendeu, estava bem na partida quando aos 15’ do 2° tempo, em um cruzamento de Renan Lodi pelo lado esquerdo de ataque, Pablo recebeu a bola na entrada da pequena área e cabeceou para o fundo da rede verde e branca, abrindo o placar na Arena Condá e jogando um balde de água fria no torcedor Chapecoense que acreditava na vitória em casa.

Alguns torcedores chegaram a deixar a partida após o gol do CAP revoltados com mais uma possível derrota do Verdão do Oeste, porém hoje devem estar arrependidos, já que perderam a reação da equipe e a virada no jogo que somou mais 3 pontos para os mandantes da partida.

Após o gol sofrido a Chape sentiu o impacto de uma possível derrota em casa e acabou usando o fator negativo a seu favor; saiu atrás do placar novamente e precisou buscar uma reação no jogo e foi com o apoio da torcida que aos 32’ do 2° tempo, Bruno Silva recebeu a bola de Canteros, avançou pelo lado direito na área adversária e chutou a bola que desviou nos pés de Bruno Guimarães e balançou a rede do Atlético-PR.

O empate não era algo ruim, principalmente para uma equipe que saiu atrás do placar, mas a Chape precisava de uma vitória para sair do Z4, ainda mais pelo fato de estar jogando em casa, foi ai que a garra e sede de vitória fizeram a diferença, aos 41’ do 2° tempo Bruno Silva Cruzou a bola na área e Leandro Pereira de cabeça ampliou o placar para o Verdão do Oeste.

Chapecoense 2 x 1 Atlético-PR; primeira vitória do returno do Brasileirão e o torcedor comemorou com entusiasmo nas arquibancadas, a partida poderia terminar naquela hora, mas o juiz deu 5’ de acréscimos só pra deixar a vitória mais sofrida até finalmente apitar o fim da partida e o grito de alívio ecoar pela Arena Condá.

 

(Foto: Marcio Cunha/Estadão Conteúdo)

 

A equipe alviverde não vem tendo uma boa sequência de jogos e o desenvolvimento dentro das quatro linhas deixa muito a desejar, fase que se reflete na tabela de classificação, já que a equipe vem sondando a zona do rebaixamento a várias rodadas e fazendo algumas visitas indesejadas pelas últimas colocações.

A vitória trouxe um pouco de alívio para o torcedor e principalmente para o técnico, que estava com seu cargo em risco devido a série de resultados ruins para o clube, sendo que em 8 partidas obteve apenas 2 vitórias, e por coincidência ou não, ambas foram em casa e de virada.

Com a vitória sobre o CAP, a equipe Catarinense saiu da vice lanterna para ocupar a 16° colocação na tabela, primeira equipe fora do Z4 e apenas um ponto a frente de Vasco, Sport e Ceará que ocupam as posições seguintes, todos com 24 pontos.


 

Somos mais que 11... Somos #CHAPE

Ana Carolina Teixeira