FLAMENGO PERDE NOS PÊNALTIS E ADIA FINAL DO CARIOCA

Fazia tempo que não sentia essa sensação de perder um jogo...

 

 

O Clube de Regatas do Flamengo enfrentou o Fluminense na final da taça Rio, nesta quarta-feira (08), no Maracanã. Acredito que o time de Jesus tenha feito pouco caso dessa final para poder jogar os dois próximos jogos e não ficar um mês parado até o reinício do Brasileirão.

 

 

Fonte: Paulo Sérgio 

 

 

Com um jogo apático, ainda no primeiro tempo, Gilberto aproveitou a falha da defesa Rubro-Negra subindo mais alto e cabeceou para o gol: 1x0 Fluminense.

Na etapa complementar, o Flamengo se soltava ao passo que o adversário cansava. Com a substituição de Jorge Jesus, que colocou Pedro e Michael, o empate saiu. Filipe Luís cruzou para Pedro aos 32' e a lei do ex funcionou: 1x1.

Há poucos minutos do jogo se encerrar, a disputa de pênaltis já ficava em evidência. Você percebe que as coisas estão erradas quando o rei dos clássicos, vulgo Bruno Henrique, não fez gol nos rivais. Sendo assim, o duelo terminou empatado e foi para as penalidades máxima.

Nas cobranças, ambos os goleiros se destacaram. O Fluminense venceu nos pênaltis por 3x2. Comemorem torcida tricolor, ganharam um título. 

O que chocou a torcida Rubro-Negra não foi o Flamengo ser favorito ao título e ter perdido, mas sim a calmaria de Jorge Jesus na beira do campo, onde o time errava passos, finalizava mal, e quieto ele continuava, sem haver nenhuma reclamação. Não entendemos também as substituições tardias e a lista de batedores de pênaltis que foram uma das piores opções que o Mister escolheu. Por alguns minutos, me senti espiritualmente na época de Abel Braga. Muito tempo que não passávamos raiva com o time. Ficamos mal acostumados. Partida para se estranhar, time sem vontade de vencer nenhuma, do goleiro ao técnico. 

Depois que o Fluminense ganhou a Taça Rio, não vi nenhum jornalista chamando de Covidão e nem tecendo comentários sobre a comemoração do lado do hospital de campanha, muito menos sobre possíveis mortos nas últimas 24 horas. Se fosse ao contrário, a mídia cairia em cima do Flamengo. Cadê o Montenegro agora para dizer que cada gol do Fluminense é uma morte no hospital de campanha? Desapareceu, do nada sumiu...

Agora, as duas equipes voltam a campo no domingo (12), e na próxima quarta-feira (15), para definir o campeão carioca de 2020. O Flamengo, por ter melhor campanha, optou por ter o mando de campo no segundo jogo. Não haverá vantagem de empate para ninguém. No próximo jogo descobriremos se jogaram de sacanagem ou se o time esqueceu mesmo como se chuta uma bola. 

Perder faz parte! 

 

 

Nariz entupido com outros cheirinhos conquistados recentemente… Fonte: Reprodução da Internet 

 

 

Parabéns ao Fluminense pelo título, mereceram, jogaram, não digo melhor, mas jogaram. O Flamengo nem isso fez. Curtam o troféu e nos encontraremos na final do Carioca. 

 

TUA GLÓRIA É LUTAR! 

CONTRA TUDO E CONTRA TODOS.

 

 

Por: Rhayanne Athyrsa. 

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.