FLAMENGO TEM VANTAGEM NO DUELO E BUSCA A CLASSIFICAÇÃO NO MARACANÃ

Ique, ique, ique queremos gol do Bruno Henrique 

 

Nesta quarta-feira (4), o Flamengo enfrenta o Athletico-PR, pelo jogo de volta da Copa do Brasil, às 21:30h no Maracanã. Caso o visitante triunfe por um tento de diferença, a classificação será decidida nos pênaltis. O empate é o suficiente para o Mais Querido avançar para a próxima fase. 

Não está nada ganho ainda. O Flamengo tem apenas a vantagem, mas sabemos o quanto o Flamengo gosta de “Flamengar”, ainda mais por ser contra um time que nos eliminou em 2019 pela Copa do Brasil em pleno Maracanã. 

Nos jogos, Domènec vem tendo dor de cabeça em escalar a dupla de zaga e, para esse duelo, a situação não é diferente. Desde o surto de Covid-19 que assolou o departamento de futebol do Flamengo, Rodrigo Caio, considerado titular absoluto, emendou um teste positivo para o vírus com a convocação para as eliminatórias da Copa do Mundo pela Seleção Brasileira. Na reapresentação, foi relatado uma lesão que afastou o jogador por mais um tempo.

 

 

Fonte: Reprodução da internet 

 

Com isso, Natan e Gustavo Henrique passaram a jogar juntos. O camisa 02 vem sendo bastante criticado pelos torcedores. Já Natan passa mais confiança para a Nação. No entanto, Domènec terá que decidir quem serão os titulares na partida desta quarta (4).

Arrascaeta e Pedro Rocha já voltaram a treinar com o elenco. O camisa 14 não atua pelo Flamengo desde 4 de outubro. Pedro Rocha está há dois meses sem jogar. A dupla realizou exercícios em campo, mas sem muito esforço físico. Os atletas ainda não devem ser relacionados para a decisão contra o time paranaense. 

Já Gabigol, que também está lesionado e em recuperação, segue fora, mas em reta final do tratamento. Logo teremos gols do Gabigol, amém?

Contra o Athletico, depois do resultado positivo da semana passada, podemos  dizer que o Flamengo leva vantagem no confronto direto: são 19 vitórias, contra 18 do adversário e dez empates.

 

TUA GLÓRIA É LUTAR!

CONTRA TUDO E CONTRA TODOS. 

 

Por: Rhayanne Athyrsa. 

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.