Flamengo vence e passa para as oitavas

 

 

Em uma partida com cara de jogo-treino, por causa da vantagem que o Flamengo conquistou no primeiro jogo, o rubro-negro carioca finalmente venceu após uma sequência de jogos ruins e conseguiu tirar um pouco do “peso” que o time estava carregando. Diante de um baixo público, a equipe carioca goleou novamente o Palestino, responsável pela eliminação do Flamengo na mesma competição em 2016. Com o resultado, a equipe carioca passa para as oitavas de final da Sul-Americana e enfrenta a Chapecoense.

 

No domingo (13), o Flamengo vai à Minas Gerais enfrentar o Atlético- MG pelo Campeonato Brasileiro.

 

 

IMG_20170810_010738.jpg

Foto: Gilvan de Souza - Flamengo

 

 

 

RESUMO DO JOGO

 

Com um primeiro tempo bastante agitado, o Flamengo optou por jogar no erro do adversário e não demorou muito para começar a aparecer esses erros. Logo aos 4’ Arão bateu firme na entrada da área e Vizeu como bom oportunista, desviou e tirou qualquer possibilidade de defesa do goleiro. O que já era difícil para o Palestino foi se tornando impossível. O Flamengo chegava cada vez mais com facilidade na defesa adversária e logo ampliou o seu placar. Aos 9’ Everton puxou o contra-ataque, cruzou na medida para Geuvânio marcar de peixinho o seu primeiro gol com a camisa do mengão e o segundo da equipe. Atrás no placar, o time Chileno até tentou chegar à área da equipe carioca e assim deixava mais espaços. Aos 41’ Geuvânio deu passe para Éverton Ribeiro só tirar do goleiro e marcar. Aos 44’ virou chocolate. Arão aproveitou o cruzamento de Everton e cabeceou a bola para o fundo da rede adversária. 4x0 e o Flamengo ia para o intervalo com a classificação garantida.

 

No segundo tempo o jogo caiu de rendimento, mas o Flamengo não deixava de levar perigo ao gol adversário. Aos 6’ Geuvânio bateu colocado e o goleiro espalmou. Depois da jogada, o camisa 23 sentiu dores na panturrilha, Jayme resolveu tirá-lo de campo e colocou Berrío em seu lugar. Aos 19’ em uma jogada individual pela direita, Berrío cruzou para Everton Ribeiro que chutou e a bola passou perto do gol adversário. Aos 26’ Jayme mexeu mais uma vez e colocou Vinicius Jr que já estava sendo pedido pela torcida. Dois minutos depois, iniciou a jogada que terminaria em seu primeiro gol. O camisa 20 recebeu na frente, cruzou para Berrío tocar para Vizeu, que não conseguiu alcançar e Vinicius Jr. aproveitou a sobra na grande área para bater de direita e balançar a rede adversária. Placar final 5x0.

 

Após a partida, Jayme de Almeida falou da importância da vitória para o grupo.

 

 

Depois de tudo que o Flamengo passou nos últimos jogos, a responsabilidade cresceu muito. A preocupação maior foi a forma de lidar com esse jogo. A nossa moral estava baixa. Lidei com isso, falei com eles, sabia que o Palestino vinha forte. Os primeiros 20 minutos foram fortes. Fizemos belo jogo, com muito amor e dedicação. Nossa estratégia de jogar nos contra-ataques deu resultado fantástico.

 

 

Fonte: globoesporte.com

 


 

DESTAQUE

 

Demorou, mas finalmente o menino Vinicius Jr desencantou e fez o seu primeiro gol com a camisa profissional do Mengão. Sempre sob muita expectativa, principalmente após sua venda para o Real Madrid no valor de 45 milhões de euros, o menino havia entrado em seis partidas (jogando poucos minutos) e não havia marcado nenhum gol. Ontem (09) em sua primeira jogada ele conseguiu marcar e comentou a sua felicidade.

 

 

 

IMG_20170810_103850.jpg

Foto: Gilvan de Souza - Flamengo

 

 

Eu imaginava fazer meu primeiro gol como profissional aqui na Ilha, com a torcida do Flamengo, que sempre vem me ajudando, com a minha família toda aí. Tirei um peso desse gol e agora é comemorar e focar também no jogo contra o Atlético-MG pelo Campeonato Brasileiro.

 

 

Fonte: globoesporte.com

 

 

FICHA TÉCNICA

 

 

Data- Hora: 09/08, às 21h45 (Brasília).

Local: Estádio Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ).

Árbitro: Andrés Rojas (COL)

Auxiliar 1: Humberto Clavijo (COL)

Auxiliar 2: Alexander Guzman (COL)

 

Flamengo: Muralha; Pará, Rhodolfo, Juan e Renê; Márcio Araújo, William Arão e Éverton Ribeiro (Lucas Paquetá); Geuvânio (Berrío), Everton (Vinicius Jr.) e Vizeu.

Técnico: Jayme de Almeida

 

Palestino-CHI: Melo; Tapia, Toro e Torres; Arario (Ángel Melo), Fernández, Sandoval (Romo), Gutierrez, Carmona e Cereceda; Roberto Gutierrez

Técnico: German Cavalieri

 

 

Rayane Almeida