FOCO NA INVENCIBILIDADE!

Em horário novo, Corinthians recebe o Ceará em Itaquera com o objetivo de manter a invencibilidade pós-Copa América

 

Sexta-feira é dia de dormir cedo, pois neste sábado (7), o Corinthians enfrenta o Ceará, na Arena Corinthians, às 11h da manhã. O novo dia e horário de jogos é um teste da CBF e vem sendo uma alternativa para a carga horária apertada entre jogos de competições simultâneas. 

Com a semana focada no Brasileirão, Carille teve tempo de trabalhar com mais tranquilidade. Na segunda-feira pós aniversário e vitória sob o Atlético Mineiro, o Timão disputou um jogo treino no CT Joaquim Grava, contra o São Bento e venceu por 1x0, com gol de Boselli. 

Os treinamentos, em sua maioria, são fechados para imprensa, buscando preservar os ajustes que vêm sendo feitos na equipe (e dando resultado). O Corinthians é o único time do Brasileirão que está invicto após a pausa para a Copa América e o principal objetivo é manter essa marca, para consequentemente, continuar subindo na tabela.

 

(Foto por Marcelo Braga/Globo Esporte)

 

Para o jogo deste sábado, teremos duas baixas importantes: Fagner e Pedrinho estão, respectivamente, com as seleções principal e sub-20. Para a lateral, Michel Macedo retorna após cumprir suspensão por expulsão contra o Avaí; Já o lugar de Pedrinho, uma das principais peças da recuperação da equipe neste segundo semestre, segue sendo um mistério.

Apesar disso, é provável que Carille opte por um esquema mais ofensivo, recuando Love para o meio e com Gustagol, autor do gol que nos deu a vitória do último domingo, mais adiantado.  Sendo assim, um provável Corinthians titular tem: Cássio, Michel Macedo, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel; Vagner Love, Urso, Mateus Vital e Clayson; Gustagol.

A equipe cearense costuma dar trabalho contra o Corinthians (em 2018 sofremos um empate e uma derrota), então todo cuidado é pouco. Em jogos assim, o ideal é mais ataque e menos retranca, evitar contra-ataque e tentar matar um resultado o mais rápido possível.

 

Teremos que ganhar! Vai, Corinthians!

 

Por Victória Monteiro, maloqueira e sofredora, graças a Deus!