FUTEBOL, QUE FALTA QUE VOCÊ ME FAZ!

 

Hoje eu poderia escrever novamente sobre a situação (que não é nada boa!) do São Paulo, até porque em uma semana, vários novos episódios aconteceram. Mas assim como eu, muitos de vocês já devem estar saturados de ler tantas notícias sobre o Tricolor, sejam elas verdadeiras, ou apenas, especulações.

Crise no São Paulo, Osório na seleção mexicana, Ataíde exonerado, diretores entregando suas cartas com pedidos de demissão e, por fim, o mais esperado por muitos, são-paulinos ou não, a renúncia de Aidar. Como disse Wagner Vilaron, “é difícil recordar uma crise de clube tão séria e tão grave como essa do São Paulo”. O São Paulo está jogado às traças, por mais que muitos não queiram admitir. Essa é a verdade nua e crua, e os fatos precisam vir à tona.

Mas, como escrevi mais acima, assim como eu, muitos de vocês devem estar saturados e talvez prefiram ler sobre outros assuntos, algo que não seja relacionado com essa maldita crise. Sendo assim, por que então não falarmos sobre a falta que o futebol faz em nossas vidas?! Gente! Como eu senti falta de ver o meu time em campo durante a semana que passou (parada para os jogos das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018)! Tentei compensar assistindo aos jogos da Seleção Brasileira, e de outras, como as do México e a dos EUA, e de quebra, ainda dei umas olhadas no duelo entre Argentina e Equador. Mas pra mim não é a mesma coisa!

Então... Futebol brasileiro, que falta que você me faz! Mesmo com todos os erros de arbitragem, com todas as reclamações, nossos times oscilando na zona de conforto ou na zona do desgosto, a troca de técnicos, ações de marketing... Mesmo com tudo isso, que falta que o futebol brasileiro nos faz! Foi apenas um pouco mais de uma semana, mas parece mais uma eternidade... Rs J Demorou a passar, e ainda não acabou, né?! Mas faltam apenas dois dias, e tudo voltará ao normal... E talvez, com o futebol, volte também a minha inspiração, porque não tá fácil, olha! Quantas vezes deixamos de ir a um evento social, seja um cinema com os amigos ou uma festa mais formal, para acompanharmos o nosso time em campo?! Eu já perdi as contas!

Nossas quartas ou quintas, sábados ou domingos, são sagrados!!!

Imaginem a cena...

- Vamos ao cinema hoje?!

- Ai amiga, não posso, já tenho compromisso! Me desculpa (E você com a cara mais lavada, sem graça, por ter que dizer não a um convite que a sua melhor amiga fez)?!

E aí, quando a sua amiga vê, você tá lá no meio da torcida, gritando, pulando e xingando... Mas ela entende, mesmo que fique chateada, e te perdoa por isso, porque ela sabe que, pra você, os dias em que seu time joga são sagrados. Aí, com o tempo ela acostuma e acaba nem te convidando mais pra nada nesses dias, porque ela já sabe que sua resposta será “não”, “outro dia a gente vai”, “vamos amanhã” ou “marcamos uma pizza pra compensar os meus nãos”!

E quando você vê, até ela está “viciada” em futebol, e até já faz comentários a respeito da situação do time para o qual ela torce, ou sobre a arbitragem que tem deixado a desejar, causando danos a alguns clubes, inclusive o dela.

O futebol cativa. O futebol envolve.Não adianta a gente querer, ou tentar fugir. O futebol faz parte das nossas vidas! Ou será que você realmente nunca torceu nem para a Seleção Brasileira em uma Copa do Mundo?! Nunca se vestiu de verde e amarelo?! Será que não cantou em nenhum momento da sua vida aquele típico “Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor”?!

Hoje eu poderia escrever sobre tudo, mas não. Hoje eu simplesmente optei por escrever sobre a falta que o futebol me faz! Como passou devagar a semana que o meu São Paulo não entrou em campo! Como os dias demoraram a acabar, e as horas demoraram a passar! Que saudades das muitas finalizações que não viram gols, das bolas isoladas, dos erros de arbitragem, das faltas não marcadas, dos pernas de pau que pensam que sabem jogar futebol, da torcida gritando olé, das redes balançando, dos gols ou da falta deles... Que saudades do futebol!

Essa parada no calendário para as eliminatórias só me fez ver que a semana que fico sem assistir ao meu time em campo é um pouco torturante... Procuro o que fazer e não encontro (apesar de ter muuuuuiiito o que fazer mesmo)! O ócio toma conta de mim, e eu aproveito pra me viciar mais em novelas e séries.

Mas nada se compara ao meu São Paulo, esteja ele em qualquer gramado verdinho, ou no palco soberano... É diferente, sabe?! É paixão, é amor! E depois de uma semana, eu posso dizer com toda a certeza: FUTEBOL, QUE FALTA QUE VOCÊ ME FAZ!

 

Renata Chagas