Galo atropela o Colo Colo no Horto e dispara na liderança.

 

(Foto: Atlético MG/Facebook)

Nesta noite de quarta (16/03), o Atlético MG entrou à campo mais uma vez pela Libertadores, o time que jogou dentro de casa, com apoio  total da massa ganhou do Colo Colo por 3x0 e ficou muito perto da vaga para as oitavas de final da Copa Libertadores.

Mesmo sem Robinho na equipe titular, só precisou de um minuto para o Atlético MG abrir o placar e mostrar sua força no Horto para o Colo Colo. Lucas Pratto acionou Cazares, o equatoriano bateu pro gol e a bola foi morrer no fundo da rede do gol do goleiro Villar. O gol no primeiro minuto, deixou a partida aberta e o Colo Colo se viu na obrigação de atacar também.

O Atlético ganhou espaço, e aos 8 minutos Pratto e Cazares inverteram suas posições e o argentino finalizou para o fundo das redes. Mas o bandeirinha, que foi muito infeliz no lance, anulou muito mal o gol causando uma pequena revolta no time e na comissão técnica.

Um minuto depois, Patric recebeu a bola e cara a cara com o goleiro desperdiçou uma grande chance. E as chances não paravam por aí, logo aos 21 e aos 28  Luan quase ampliou. Patric aos 40 furou e perdeu uma chance inacreditável. Colo Colo começou a responder e preocupar os atleticanos aos 28 minutos, dando susto no gol do goleiro Giovanni que substituiu o goleiro Victor que se recupera de uma cirurgia no joelho.

O Atlético era bastante superior, mas perdia muitas chances de gols e a torcida se angustiava. Porém, aos 45 minutos essa angustia se acabou e o gol veio de quem menos a torcida esperava, Patric aproveitou o vacilo da defesa e mandou a bola pro fundo do gol.

No segundo tempo, o jogo começou com susto para a defesa atleticana, logo no primeiro  minuto Giovanni foi acionado com a cabeçada de Delgado e evitou o gol chileno. Mas logo o time alvinegro respondeu mais uma vez, aos 10 minutos, Cazares finalizou e deu trabalho pro goleiro Villar.

Pratto seguia tentando fazer o seu gol, com boa chances porém se efetividade. Aos 14 minutos desperdiçou uma chance inacreditável, finalizou  para fora quando o gol chileno estava completamente aberto.

O técnico Diego Aguirre resolveu trocar Patric por Hyuri e obteve sucesso. A  jogada que começou em Júnior Urso, que lançou a bola para Hyuri deixando o companheiro em ótima posição, ele não desperdiçou e marcou o terceiro gol atleticano aos 27min.

Robinho também entrou, se recuperando de uma infecção de picada de inseto, jogou  e teve uma atuação mais modesta, afinal ele ficou de fora no jogo  em Santiago e está pegando ritmo de jogo novamente.

Com essa vitória, o Atlético chegou aos 10 pontos e esta praticamente classificado às oitavas de final do torneio.

 

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 3 X 0 COLO-COLO

Data: 16/03/2016 (quarta-feira)

Horário: 21h45 (de Brasília)

Motivo: 4ª rodada do grupo 5 da Copa Libertadores

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)

Público: 21.201 pagantes

Renda: R$ 1.704.100,00

Árbitro: Juan Soto (VEN)

Assistentes: Jorge Urrego e Elbis Gomez (VEN)

Cartões amarelos: Rafael Carioca e Luan (CAM) Julio Barroso, Jean Beausejour e Esteban Pavez (COL)

Gols: Cazares a 1 min, e Patric aos 45 min do primeiro tempo; Hyuri aos 27 min do segundo tempo

ATLÉTICO-MG

Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Júnior Urso e Cazares (Robinho, aos 30 do 2º); Luan (Eduardo, aos 38 do 2º), Patric (Hyuri, aos 18 do 2º) e Lucas Pratto.

Treinador: Diego Aguirre

COLO-COLO

Justo Villar; Gonzalo Fierro, Julio Barroso, Claudio Baeza e Jean Beausejour; Jorge Araya, Esteban Pavez, Juan Delgado, Jaime Valdés (Javier Reina, no intervalo) e Martín Rodriguez; Tonso (Andrés Vilches, aos 31 do 2º).

Treinador: José Luis Sierra.

Eduarda Moreira