Galo recebe URT para definir quem vai para a final do Mineiro.

Neste sábado, as 16 horas (Brasília), o Atlético MG receberá URT pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Estadual.


(Imagem: Douglas Magno/ DM Press)

 

Depois do empate por 2-2 em Patos de Minas, as duas equipes voltam a se enfrentar dessa vez no Horto. O Atlético MG recebe a URT dentro de casa,  o time alvinegro poderá ir para sua décima final consecutiva do Campeonato Mineiro, mas para isso precisa manter o empate ou ganhar, a equipe visa e almeja a vitória, mas sabe que não será um confronto fácil, afinal as equipes do interior tem dado um grande trabalho em cima dos times grandes. O técnico Diego Aguirre fez uma substituição técnica no time, saí o equatoriano Cazares e entra o recém voltado de lesão Jesus Dátolo, segundo o treinador Dátolo precisa pegar ritmo de jogo e como já ajudou bastante o time atleticano em outras ocasiões, poderá mostrar serviço ao técnico e a torcida mais uma vez.

Apesar dos próximos confrontos contra o Racing pela Copa Libertadores, este assunto está proibido nos bastidores do Clube, o foco é 100% na URT,  a comissão técnica até optou voltar pela velha conhecida concentração.

 

URT que está invicta em cima dos times da capital mineira, quer bem mais que isso, quer surpreender e causar dentro do Horto. A equipe deverá ir à campo com a mesma equipe que enfrentou o Galo, a única dúvida será na lateral esquerda. Com Fabinho fora, o treinador deverá optar por escalar Rodrigo Crasso no time titular. 

 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG x URT 

Motivo: Jogo de volta, semifinal do Campeonato Mineiro 2016

 Data/Hora: 23/04/2016, às 16h (Brasília)

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG) 

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro 

Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Felipe Alan Costa de Oliveira 

 

Atlético: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca, Júnior Urso e Dátolo; Robinho e Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre. 

 

URT: Follmann, Alex Murici, Mauro Viana, Robinho e Rodrigo Crasso; Leandro Santos, Ramos, Carlos Magno e Marco Antonio; Baloteli e Kelvin. Técnico: Ademir Fonseca. 



Por Eduarda Moreira