Galo vence a primeira no Horto e garante a liderança no Mineiro

O Atlético MG retornou ao Estádio Independência   esta noite de quarta feira, dia 10/2 contra a Caldense, uma reedição da final do Campeonato Estadual do ano passado. O Galo fez o que sabe de melhor dentro do Horto e venceu a Veterana por 2x0.

Léo Silva,  o zagueiro artilheiro do Galo da história do time e na temporada, com três gols, abriu o placar na primeira etapa. Após o intervalo, Lucas Pratto, que fez o primeiro em 2016, completou a vitória do time alvinegro, novo líder do Mineiro, com seis pontos. A Caldense com três pontos, está em sétimo lugar.

 

O Jogo:

A Caldense jogava na retranca com 10 jogadores atrás da linha da bola, o Atlético começou acionando mais as jogadas laterais para conseguir furar a defesa adversária, com isso Douglas Santos e Marcos Rocha foram bem acionados nesse jogo.

 

Com calma e mais posse de bola, não demoraria muito para o gol alvinegro sair. Leandro Donizete arriscou duas vezes de fora da área levando perigo al gol do goleiro Gilson.

Aos 41 minutos, aquela famosa jogada área do Galo surtiu efeito mais uma vez, na cobrança de escanteio de Dodô, Leonardo Silva mandou para o fundo do gol, sem chance alguma de defesa do goleiro da Caldense. É o 27º gol de Léo Silva, o maior zagueiro-artilheiro da história do Atlético.

 

 Com a vantagem, o time alvinegro entrou em campo para a etapa complementar com calma, a Caldense até chegou a arriscar, obrigado assim o goleiro Victor a  trabalhar, mas aos poucos o time atleticano voltou a dominar a partida mais uma vez.

E mais uma vez quem fez a diferença no time foi Léo Silva, o zagueiro aproveitou sua ida ao ataque, após Patric receber uma falta. E impedido, cabeceou o lançamento do goleiro Victor nos pés de Lucas Pratto, que marcou seu primeiro gol na temporada e assim pondo um ponto final no seu jejum.

 A vitória só não foi maior porque Patric foi pego em impedimento duas vezes em chances que apareceria cara a cara com  o goleiro Gilson. O lateral, que jogou de ponta, saiu para a entrada de Pablo, que e mostrou muita eficiência e   vontade e quase fez um belo gol.

 

No final do jogo, em uma dividida com o goleiro Gilson, Hyuri recebeu uma forte pancada no pescoço. O atacante ficou caído no gramado, preocupando assim toda a comissão técnica e jogadores do Atlético. Ele teve que sair de campo imobilizado e foi levado de ambulância para maiores precauções.

 

ATLÉTICO 2 x 0 CALDENSE

 

Motivo: 2ª rodada do Campeonato Mineiro

Estádio: Independência

Árbitro: Ronei Cândido Alves

Público: 8.293 pagantes

Renda: R$ 108.745,00

Cartões Amarelos: Gilson, Rafael Estevam, Marcelo e Marcinho (Caldense)

Gols: Leonardo Silva, aos 42' do 1º tempo; Lucas Pratto, aos 13' do 2º jogo.

Atlético

Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Tiago e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Dodô (Hyuri), Patric (Pablo) e Luan (Lucas Cândido); Lucas Pratto

Técnico: Diego Aguirre.

Caldense

Gilson, Jefferson Feijão, Marcelinho, Paulão e Rafael Estevam; Michel Elói, Michel Benhami, Tiago Azulão e Ewerton Maradona (Marcel) Marcelo Régis (Rafamar) e Edu (Marcinho).

Técnico: Gian Rodrigues.