Galo vence mais uma e segue líder

Atlético e Uberlândia, até então com aproveitamento de 100% na competição, se enfrentaram no último domingo (11), às 17hrs (Horário de Brasília), em partida válida pela 3ª rodada do Campeonato Mineiro. A partida aconteceu na Arena Independência e valia a primeira colocação na tabela de classificação, e foi o Galo que saiu vitorioso.

 

FOTO: Site Oficial Atlético-MG

 

O Uberlândia veio a Belo Horizonte com a intenção bem definida de segurar o Galo e tentar arrematar os três pontos aproveitando contra-ataques. O primeiro tempo inteiro foi quase como o time visitante esperava, com uma marcação bem encaixada e um time organizado o Uberlândia conseguiu anular as principais peças de criação alvinegras, que não renderam muito bem.

O Atlético chegou com mais perigo em apenas duas oportunidades na primeira etapa; primeiro em chute forte de Danilo, após tabela com Elias, e em cabeçada de Léo Silva, mas em ambos os lances o goleiro adversário não deixou passar. Cazáres, Otero e até mesmo Elias tentavam dar consistência ao meio-campo ofensivo atleticano, mas as jogadas eram bem interceptadas pelos defensores alviverdes ou paravam nos erros de passe dos jogadores do Galo.

Para a segunda etapa o Atlético voltou com a mesma formação, mas vendo a continuidade da falta de efetividade do time, Roger optou por substituir Cazáres por Maicosuel. Aos 22 minutos quem também saiu de campo foi o volante Elias para a entrada de Rafael Moura, mas quem chegou primeiro com perigo foram os visitantes; em cruzamento para área, Gabriel desviou a bola providencialmente para escanteio, antes que o atacante adversário chegasse sozinho para marcar.

A mudança tática do comandante começou a surtir efeito, mas só aos 31 minutos da etapa complementar o Galo conseguiu balançar as redes pela primeira vez. Marcos Rocha cobrou lateral para a área, Léo Silva desviou e Rafael Moura tentou chutar para o gol, mas a bola foi interceptada. Danilo, mais uma vez, apareceu bem e pegou a sobra mandando de cabeça para o fundo do gol.

O Galo começou a ser mais incisivo no ataque e aos 37 ampliou o placar. Maicosuel, que entrou muito bem na partida, fez boa jogada e de calcanhar encontrou Fred na área, que apenas tocou para a pequena área e viu o He-man marcar o seu primeiro gol após seu retorno ao Galo. Para fechar a conta, novamente Maicosuel disparou pela direita e fez o cruzamento certeiro para o artilheiro Fred cabecear firme, sem chances para o Goleiro. Galo 3 a 0.

FOTO: Site Oficial Atlético-MG

 

Com o resultado o Galo segue na liderança, com três vitórias em três jogos, sete gols feitos e nenhum sofrido. O próximo compromisso atleticano pelo Campeonato Mineiro será no domingo (19) diante do América e a diretoria atleticana já confirmou o clássico no Mineirão.

 

OPINIÃO DA COLUNISTA

O jogo diante do Uberlândia foi uma boa oportunidade para o Galo testar a sua capacidade criativa frente a uma equipe que se fecha bastante em seu campo defensivo. A princípio, foi evidente a dificuldade alvinegra em furar a marcação adversária, mas ver a capacidade do técnico de ler a partida e propor uma mudança tática é de grande valia. Roger decidiu tentar de uma forma diferente, passando a equipe para um esquema com dois centroavantes e apenas um volante. Por sorte, competência ou os dois, Fred e He-man se entenderam bem lá na frente e Maicosuel teve a felicidade de entrar bem na partida e mudar o panorama do jogo.

 

FICHA TÉCNICA:

Gols: Danilo, Rafael Moura e Fred – Atlético-MG

Cartões amarelos: Leonardo Silva, Danilo e Rafael Moura – Atlético-MG; Vandinho, João Paulo e Robinho (Uberlândia)

Atlético-MG: Giovanni, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias (Rafael Moura) e Danilo; Cazáres (Maicosuel), Otero (Clayton) e Fred. Técnico: Roger Machado.

Uberlândia: Thiago Braga; Rodney, Mauro Viana, Robinho e Vandinho; João Paulo (Elivelton), Bruno Moreno, Alê e Marco Goiano (Schumacher); Vanger (Jeferson Berger) e Reinaldo Alagoano. Técnico: Paulo César Catanoce.

Arbitragem: Igor Junio Benevenuto (árbitro); Ricardo Junio de Souza e Sidmar dos Santos Meurer (auxiliares)


Por Júlia Campos – Por você e com você até o final, Galo!