Galo vence, mas dá adeus à Copa Libertadores 2016.

(Divulgação/Atlético MG)

O Atlético MG até venceu o São Paulo nesta quarta, mas quem levou a melhor nisso tudo foi o Tricolor Paulista.

O Atlético precisava vencer o jogo por 2-0 e não levar gols, afinal o São Paulo já tinha feito o seu papel dentro do Morumbi e foi isso que o time alvinegro fez. Mais uma vez a torcida apoiou, cantou, fez um baita mosaico e não desacreditou no time, fazendo assim o Atlético começar a partida com muita velocidade e contra-ataques. Logo aos 7 minutos, abriu o placar. Marcos Rocha chutou de direita e em rebote Cazares chutou em cima do goleiro Dênis e a bola morreu no fundo das redes. Tudo igual no placar agregado, o que estava levando a partida para as penalidades máximas. Mas isso não durou muito, num cruzamento de Douglas Santos pela esquerda, Carlos cabeceou e a bola foi parar no fundo das redes, naquele momento o time atleticano estava no paraíso, era só segurar o placar.

Mas como nada é fácil para o Galo, 5 minutos depois, mas precisamente aos 15 minutos, Kelvin cobrou escanteio e Maicon mandou a bola no gol atleticano. Tudo igual novamente, mesmo com a vitória, quem estava passando era o São Paulo.

O Atlético teve muitas chances de ampliar, principalmente na etapa complementar. O juiz oscilou e não marcou dois pênaltis claros para o time alvinegro, o que deixou a torcida extremamente irritada. No último lance do jogo, era falta bem perto da área, tudo ou nada para o Atlético, Lucas Pratto na cobrança, mas o argentino acabou isolando a bola e assim o São Paulo, depois de 6 anos quebrou um tabu e carimbou seu passaporte para a semi-final.

Aos torcedores atleticanos, é aquilo que vocês fazem sempre. Apoio total ao time, independente de quem vai ficar, ou de quem vai embora, Brasileirão tá aí e o time precisa de vocês.

 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X SÃO PAULO

Data: 18 de maio de 2016, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Andrés Cunha (URU)

Assistentes: Carlos Pastorino e Horácio Ferrero (URU)

Gols: Cazares (1-0), Carlos (2-0) / Maicon (2-1)

Cartões amarelos: Eduardo, Leandro Donizete, Leonardo Silva / Michel Bastos, Maicon, Kelvin

Cartão vermelho: Leandro Donizete

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete e Eduardo (Dátolo); Patric (Clayton), Cazares e Carlos (Carlos Eduardo); Lucas Pratto.

Técnico: Diego Aguirre.

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Thiago Mendes (Wesley) e Hudson; Kelvin, Ganso e Michel Bastos (Matheus Reis); Calleri (Alan Kardec).

Técnico: Edgardo Bauza.

Eduarda Moreira