Gente, tô sem entender nadinha!

Mesmo tomando um gol "The Flash", o Grêmio vem para casa com um empate em 1 a 1.

 

Foto: Hector Rio

 

E em terras hermanas a locomotiva tricolor foi surpreendida pela Rosario Central. O Grêmio jogou diante de um time que ainda não venceu esse ano, que acabou de trocar de treinador, que vem num momento delicado, mas que vê a Libertadores 2019 como um ponto chave para se reerguer.

E o tricolor... vem voando no campeonato estadual, aplicando goleada atrás de goleada, os atacantes e meias jogando o fino da bola,a defesa então, está dando um show, mas todos nós sabíamos que um dia esse tipo de surpresa ia acontecer.

Olhando esse panorama, o favoritismo era 100% gremista. Ninguém é besta de subestimar o adversário, mas....

Se a ordem rosarina era atacar, foi isso que fizeram ( pelo menos por 2 minutos, que foi o tempo demorado para eles abrirem o placar).

Zampedri aproveitou o cruzamento de Gil da esquerda e subiu mais do que Kannemann, abrindo assim o placar.

Se os hermanos acharam que iam desmantelar a casa tricolor estavam enganados. O Grêmio assumiu controle da partida daí por diante.

A equipe se organizou, tomou a frente, todo mundo, desde a defesa, meio campo e ataque trabalhando com uma coordenação monstra, e assim aos 12 minutos, quando os donos da casa ainda tinham a adrenalina do gol correndo nas veias, Everton acabou com a festa caseira e deu alegria aos visitantes.

Marinho deu um passe açucarado para Cebolinha, que deixou Bettini e Gil para trás e tocou com classe para igualar em 1x1 o placar. Depois do empate, Vizeu resolveu desperdiçar três preciosas chances de gol, batendo por cima, ou preferindo mesmo sem goleiro pela frente, mandar para fora.

 

Foto: Hector Rio

 

Já na segunda etapa os donos da casa atacaram, mas acho que não estudaram muito bem o adversário, pois para furar a defesa gremista é um Deus nos acuda... Mesmo sob pressão e vendo os velocistas do time sendo parados com falta,o Grêmio ainda desperdiçou mais chances de gol com Matheus Henrique.

Depois disso, se o time se acomodou eu não sei dizer, mas conseguiu segurar o empate e trazer um ponto valioso na bagagem de volta a Porto Alegre.

Entender como é que o Grêmio só empatou com o time do Rosário eu não consegui, mas que na próxima rodada essa quantidade de gols não sejam  desperdiçados. Próximo jogo é na Arena, e tem que ser a hora do show!

 

Foto: Lucas Uebel

 

O Grêmio volta a campo pela Libertadores na próxima terça-feira (12) em Porto Alegre, diante do Libertad ( Paraguai).

 

É o Grêmio.

 

Por Adriene Domingos