GOLEADA DAS GURIAS FURACÃO

Com placar elástico de 5 a 1, o Athletico bateu o time do Toledo/Coritiba em clássico que aconteceu nesta sexta (23)

 

(Foto: Athletico Oficial)

 

O retorno do Brasileiro Feminino A2 era muito esperado pelas atletas, que desde 14 de março não entravam em campo. Naquela oportunidade o time havia perdido, pelo placar de 4 a 0, do time do Napoli-SC, justamente na estreia.

Tanto Leonardo Coelho, Coordenador do Futebol Feminino quanto a técnica Vantressa, ressaltaram em entrevista ao Furacão Play, antes do jogo, que a parada da pandemia serviu para unir o time e criar um entrosamento. A chegada de atletas experientes como Paloma, também contribuiu para a melhora do time. E esse entrosamento foi possível sentir ao longo da partida.

O time veio um pouco diferente daquele primeiro jogo, com Rafa e Isa Leone, que haviam sido titulares, agora na reserva.

 

(Foto: Athletico Oficial)

 

A principal expectativa era ver se a parte tática, principalmente da ligação do meio com o ataque estavam funcionando, pois foi nesse setor que as Gurias mais pecaram no último jogo. Logo no início foi possível ver que a linha de zaga estava muito bem postada, o que permitia que as meias saíssem mais. Com isso, Jaque ficou livre para orquestrar o time como quis. Foi a verdadeira maestrina do jogo e ditou o ritmo, sendo o verdadeiro destaque do time.

A superioridade do Furacão resultou no placar de 5 a 0 na primeira etapa, e mesmo fazendo uma substituição ainda no primeiro tempo, o Toledo Coritiba não conseguiu furar a zaga atleticana, sendo que a goleira Renata foi acionada apenas 3 vezes durante os primeiros 45 minutos.

Com algumas alterações no time adversário, o segundo tempo começou com certo domínio do Toledo/Coritiba. Inclusive, as visitantes poderiam ter aproveitado as várias falhas da defesa que acabaram acontecendo depois que a zagueira Paloma deixou o campo na virada para a segunda etapa por questões estratégicas da técnica Vantressa - principalmente porque a atleta já tinha cartão.

Mas o domínio do Coritiba durou pouco tempo e quando menos se esperava, Milena, Sabrina e Day Moretti já estavam chegando firme para tentar ampliar o marcador. Sabrina estava incansável e ansiosa para marcar o seu tento, mas só conseguiu ficar impedida pelo menos três vezes. O Coritiba chegou ao gol do consolo com uma cobrança de falta na intermediária, que a adversária mandou por cobertura, sem chance para a goleira Renata.

Fim de jogo: 5 a 1 para as Gurias Furacão, fora o baile! Os gols atleticanos foram de Isa Momesso, Milena (2), Lelê e Thaís Prado.

 

Os destaques da partida: Jaque que dominou o meio; Paloma que no primeiro tempo tirou tudo e ganhou todas na zaga; Milena que não descansou um segundo, tem muita presença de campo e jogo de corpo, sendo responsável por 2 dos 5 gols atleticanos; Thais Mello com qualidade ímpar, mostrando que é titular absoluta desse time; Day Moretti que incomodou quando estava desmarcada; e Sabrina, que mesmo sem conseguir marcar chegou em todas e mostrou muita vontade e habilidade.

 

O próximo jogo das Gurias será pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro A2, contra o Fluminense, no dia 30/10, às 15 horas!

 

Pra cima Gurias!

É as Gurias, não adianta!

 

Por Daiane Luz

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.