GOLEADA DE NOVO?! ATÉ QUANDO?!

 

unnamed (1).jpg

Foto: Paulo Fernandes - Vasco

 

O Vasco foi à Arena Palmeiras consciente do seu desafio: enfrentar o atual Campeão Brasileiro. Mesmo assim, fomos de cabeça erguida, sabendo do potencial dos nossos jogadores e otimistas, a prova disso foi a grande quantidade de vascaínos no setor visitante.

 

 

PRIMEIRO TEMPO

 

No comecinho do primeiro tempo, Jomar deu uma entrada dura em Dudu e foi marcado pênalti para o Palmeiras. Martín Silva até acertou o canto, mas infelizmente não alcançou e o placar foi aberto aos 5’ por Jean.

O Vasco teve poucas e ótimas oportunidades de gol, que não chegaram a balançar as redes do adversário. A primeira chance foi com Matheus Vital, em uma dividida com Mina, mas Prass fez uma defesaça.

A posse de bola era do verdão, Douglas até tentou finalizar de longe, mas a bola passou por cima do gol. Em uma jogada ensaiada Nenê mandou a bola para o Fabuloso, Prass saiu do gol e ficou com ela.

Nesse momento, o Palmeiras não conseguia criar jogadas e o time da Colina continuou insistindo nas possibilidades de gol. Jean recebeu a bola e chutou em direção à Martín Silva, que espalmou, no rebote Guerra marcou o segundo gol do Palestra aos 41’.

Pikachu recebeu um lançamento longo de Douglas e chutou em direção ao gol, Prass fez boa defesa. O último lance do primeiro tempo foi quando Jean mandou a bola na área, Borja desviou de cabeça, passando próximo ao gol.

Fim do primeiro tempo.

 

 

unnamed (2).jpg

Foto: Cesar Greco - Palmeiras

 

 

SEGUNDO TEMPO

 

No segundo tempo as equipes voltaram sem alterações e em poucos segundos o placar foi ampliado para o desespero cruz maltino, Tchê Tchê cruzou com categoria e Borja mandou para o fundo do gol em apenas 1’.

Martín Silva fez uma bela defesa, saiu do gol e ficou com a bola após um lançamento longo de Dudu. Segundos depois, o goleiro vascaíno fez outra incrível defesa e ficou com a bola que Jean finalizou, após um passe de Borja.

A joia da base entrou em campo, saiu Jean do Vasco e entrou Paulo Victor. Em um lance perigosíssimo, Dudu driblou Martín, houve uma enrolação e a sorte era que Rafael Marques estava no lugar certo, na hora certa e tirou a bola.

Luís Fabiano saiu e Kelvin entrou, a esperança era que com essas duas alterações o time “fosse mais pra frente”. O goleirão uruguaio fez duas ótimas defesas seguidas, os chutes de Dudu e Guerra foram defendidos.

No segundo tempo, o Palmeiras criou ótimas oportunidades de gol, finalizou mais e teve mais posse de bola.

Em sua última alteração, Milton Mendes tirou Gilberto para colocar Bruno Gallo. Infelizmente não adiantou muita coisa, o Vasco da Gama não ofereceu perigo ao Palmeiras no segundo tempo.

Como se já não bastasse, Dudu foi derrubado por Jomar,  PÊNALTI MAIS UMA VEZ (esses lances o juiz vê, mas quando derrubaram Pikachu na área e houve um pênalti claríssimo, não foi marcado). Borja foi para a cobrança e deu ele novamente, sem chances de defesa para Martín.

Acabou assim o filme de terror, mais conhecido como Palmeiras x Vasco – primeiro jogo. Douglas ainda levou um cartão amarelo, por cometer falta em Roger Guedes.

 

 

unnamed (3).jpg

Foto: Internet


 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 4 X 0 VASCO

 

LOCAL - HORÁRIO: Arena Palmeiras às 16h (Horário de Brasília)

 

VASCO: Martín Silva, Gilberto, Rafael Marques, Jomar e Henrique; Jean (Paulo Vitor), Douglas, Yago Pikachu, Mateus Pet e Nenê; Luís Fabiano (Kelvin). Técnico: Milton Mendes.

 

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Yerry Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo e Tchê Tchê; Willian (Fabiano), Alejandro Guerra (Guedes) e Dudu (Keno); Miguel Borja.

 

PÚBLICO: 33.425 pagantes

RENDA: R$ 2.109.685,93

ÁRBITRO: Rodolpho Toski Marques (PR);

AUXILIARES: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu (PR)

CARTÕES AMARELOS: Jomar (VASCO)

GOLS: Jean, aos 6’ do 1º tempo; Guerra aos 41’ do 1° tempo; Borja no primeiro minuto do segundo tempo e aos 33’ do segundo tempo.

 

Saudações Cruz Maltinas, por Ana Gabriella.