GRÊMIO ESTREIA COM VITÓRIA NA LIBERTADORES 2020

Pela quarta vez consecutiva, o Grêmio estreia na Libertadores e dessa vez como em 2017: com vitória. O time enfrentou o América de Cali, nesta terça-feira (3), na Colômbia, e venceu por 0 a 2, em confronto válido pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores.

Em jogo disputado e uma equipe escalada com três volantes, o Tricolor abriu o placar logo aos 14’ minutos do primeiro tempo. Em falta na intermediária, Diego Souza ameaçou a cobrança e correu para dentro da área, Lucas Silva bateu, a bola desviou na defesa e bateu em Diego Souza, que estava em posição irregular, Victor Ferraz ficou cara a cara e chutou no canto esquerdo: 0 a 1. Lembrando que a fase de grupos da competição não conta com o VAR, logo não foi possível revisar a condição do atacante gremista no lance que originou o gol. 

 

Foto: reprodução Twitter Conmebol Libertadores


 

Com a vantagem, o Grêmio deu uma esfriada e os mandantes cresceram na partida e ameaçaram a meta de Vanderlei, ficando perto de empatar o jogo no final do primeiro tempo. Começando com Pisano que bateu escanteio na cabeça de Rangel, que escorou por cima do travessão. A jogada se repetiu minutos depois quando Vergara bateu escanteio e Sierra ganhou pelo alto para escorar no travessão superior. Aos 42’, Pisano cortou Matheus e Caio e acertou a trave. 

Na etapa final o Tricolor retomou o controle da partida e voltou com a troca de Maicon por Thaciano, que passou a se posicionar mais à frente. E logo aos 4’, Everton com sua experiência e domínio, arrastou dois marcadores para dentro da área, cortou para trás e achou Matheus Henrique, que ajeitou e chutou com perfeição para balançar as redes: 0 a 2. 

A comemoração do volante foi uma homenagem ao técnico Renato, ao mostrar a histórica camiseta de número 7 usada pelo treinador quando era jogador e que, com a saída de Luan, passou a ser de Matheus. 

Mesmo com a maior posse de bola, os Americanos não chegavam à frente com perigo e quando conseguiram não acertaram na pontaria. Com o desgaste dos jogadores, Renato colocou Cortez e Paulo Miranda nos lugares de Matheus Henrique e Geromel, já que o volante tinha sido preservado durante a semana e o zagueiro deixou o campo com dores. 

Durante um minuto e meio, o Grêmio ficou trocando passes e desgastando o adversário que mesmo com a bola não chegava com perigo. Aos 46’, Alisson quase fez o dele em Cáli, o atacante fez finta em três marcadores, mas parou na defesa de Chaux na finalização. 

Assim, o Grêmio alcançou o objetivo principal que era pontuar, conseguindo os três pontos e colou no rival Internacional na liderança do grupo E, mas o Colorado fecha a rodada na frente por conta dos saldos de gols, enquanto América de Cáli e Universidade Católica estão zerados. 

E falando em rivalidade, o próximo confronto da fase de grupos do Tricolor é o primeiro GREnal da história da Libertadores. O primeiro das duas partidas acontece na próxima quinta-feira (8), às 21h, na Arena, pela segunda rodada.

 

Camila Seelig


*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo