GRUPO B: UCRANIA DISPARADA NA LIDERANÇA E SÉRVIA GOLEIA

 

(Foto: Divulgação/ Internet)

 

Quando parecia que o grupo embolaria de vez, eis que surge um líder isolado. Nesta segunda-feira (10), aconteceu a quarta rodada do Grupo B nas eliminatórias. A Seleção de Portugal, que estava disputando as finais da Liga das Nações (da qual foi campeã) ficou de fora dessas duas rodadas do mês de Junho.

 

Quem aproveitou bem as oportunidades foi a Seleção da Ucrânia que após golear a Sérvia na última sexta-feira (07), também venceu Luxemburgo em um confronto direto na briga pela liderança por 1 a 0. Já a Sérvia tinha que se recuperar no grupo e correr atrás do prejuízo, e conseguiu, após golear a Lituânia por 4 a 1.

 

Com os resultados o Grupo B terminou a rodada com: Ucrânia líder com 10 pontos, seguida de Luxemburgo e Sérvia com 4, Portugal com 2 e Lituânia em último com apenas 1 ponto. Agora as Eliminatórias vão dar uma pausa e voltar somente em setembro.

 

UCRÂNIA 1 X 0 LUXEMBURGO

 

As duas equipes se enfrentaram no Estádio Arena Lviv, na Ucrânia, com casa cheia. Desde antes, em suas entrevistas coletivas o técnico Andriy Shevchenko já havia avisado que esperava um jogo difícil, isso porque as duas equipes já haviam se enfrentado em março e os ucranianos suaram para garantir a vitória. E mais uma vez o técnico tinha razão. Jogando em casa a Ucrânia começou pressionando e a pressão surtiu efeito, porque logo aos 6 minutos, após assistência de Ruslan Malinovskyi, Roman Yaremchuk marcou de cabeça o único gol da partida.

 

Os luxemburgueses não se intimidaram e foram pra cima dos donos da casa obrigando o goleiro Pyatov a trabalhar. No segundo tempo a Seleção da Ucrânia voltou melhor e passou a controlar bem o jogo mas, talvez pelo cansaço, já não era tão eficiente no ataque para ampliar o placar. O goleiro Pyatov garantiu a vitória da Ucrânia com grandes defesas nos minutos finais da partida.

 

Ucrânia: Pyatov; Mykolenko, Matvienko, Krivtsov, Karavaev, Stepanenko, Zinchenko, Malinowski, Pintarroxo (Kovalenko, 80), Tsygankov (Sobol, 88), Yaremchuk.

 

"O principal é que conquistamos três pontos importantes hoje. Sabíamos que seria um jogo muito difícil e completamos a tarefa."  (Andriy Shevchenko, técnico da Ucrânia)

 

Luxemburgo:  Morris, Shano, Gerson, C. Martins, Daniel Da Mota (Bensi, 52), W. Tilley, A. Tilley (Tyurpel 77) Barreiro Martins, Rodriguez Jans (k) Martens.

 

"O adversário começou o jogo em um ritmo alto, mas acabou ficando mais lento. Provavelmente por causa de uma luta difícil com a Sérvia. Espero que a Ucrânia continue a liderar o grupo no futuro. Ela tem um super comando." (Luc Holz, técnico de Luxemburgo)

 

(Foto: Pavel Kubanov)

 


 

SÉRVIA 4 X 1 LITUÂNIA

 

Após sofrerem uma goleada por 5 a 0 para a Ucrânia na última rodada, a Sérvia descontou tudo na partida desta segunda-feira (10), na Lituânia. A partida aconteceu no Estádio Estrela Vermelha em Belgrado com portões fechados. Para apagar de vez a má impressão do jogo anterior, os sérvios foram para cima e controlaram a partida praticamente durante todo tempo. O primeiro gol da Seleção saiu aos 20' minutos com o atacante Mitrović. Logo depois que saiu o primeiro, os sérvios desandaram a fazer gols e marcaram seguidamente com Mitrović novamente aos 34' e aos 35' com Jović que foi contratado recentemente pelo Real Madrid.

 

No segundo tempo a Lituânia diminuiu com Novikovas de pênalti, após Mitrović colocar a mão na bola e no finalzinho do jogo, já nos acréscimos, Ljajić fechou o placar em uma vitória incontestável para a Sérvia.

 

Sérvia: D. Kolarov (k) Milenkovych, Spayich, Rukavina, Lukic, Maksimovic, Kostić (Zivkovic 71) Tadić (Lyayich 81) Jović (Kata, 88) Mitrovyc.

 

"Não foi fácil depois do resultado que tivemos na Ucrânia. Tivemos pouco tempo para adaptação e preparação, mas os caras mostraram seu caráter e vontade. Foi realmente uma coincidência na Ucrânia, um dia ruim que acontece. Eu posso parabenizar os caras pelo desejo, torcida, dedicação..." (Mladen Krstajić)

 

Lituânia:  Bartkus, Palionis, A.Yankauskas (Shvedukas 46) Klimavičius Andrishkevichyus, Slivka, Shymkus, Baravikas, Novikovas, Laukzemis (Valskis, 77), preto (K) (Petryavichyus, 69).

 

"Dois tempos diferentes, o primeiro nós lhes demos uma iniciativa. Os sérvios eram jogadores de alto nível e usavam bem, tinham muitas oportunidades. Sentimos muito." (Domantas Šimkus)

 

(Foto: Site Oficial da Federação Sérvia)

 

Jessica Martins