Há pouco mais de 17 anos o Sul era verde e branco

Capitão Flavio Campos beijando a taça. Foto: Almanaque Esportivo

No dia 27/06/1999 o Brasil vestia verde e branco, o Esporte Clube Juventude representava o Rio Grande do Sul na maior disputa entre clubes brasileiros. O Juventude conquistou o seu maior titulo, consagrando-se campeão da Copa do Brasil de 1999 diante do Botafogo, em meio a um Maracanã lotado pintado de verde e branco.
 
O Verdão venceu a primeira partida, jogando no Alfredo Jaconi, derrotou a equipe do Botafogo por 2 x 1, com gols de Fernando e Márcio Mixirica, aos 14 e 21 minutos do primeiro tempo e Bebeto descontou para o Botafogo, não deixando de fora a polêmica arbitragem de Márcio Rezende de Freitas, 3 jogadores expulsos, 2 gols impedidos, a tarde fria em Caxias do Sul terminou em festa para a equipe alviverde, tipico jogo que deixa qualquer torcedor com os nervos a flor da pele.
 
 
O Juventude viajou até o Rio de Janeiro, para a disputa do segundo jogo, no Estádio Maracanã, onde cerca de 1.500 torcedores alviverdes calaram mais de 100 mil torcedores do Botafogo, após empate em 0 x 0, o Juventude levantou a taça de Campeão da Copa do Brasil.
 
A maior conquista da história alviverde veio na raça, derrubando gigantes, com uma atuação histórica que vai ficar para sempre marcada na memória de cada torcedor jaconero, principalmente aqueles 1.500 que estavam presentes nessa conquista.
 
Ficha técnica dos jogos da final de 99:
 
20/06/1999 Juventude 2x1 Botafogo
 
Local: Estádio Alfredo Jaconi, Caxias do Sul-­RS
 
Árbitro: Márcio Rezende de Freitas (MG)
 
Público: 20.489 pagantes
 
Gols: Fernando (14') e Márcio Mixirica (21') e Bebeto (41'), todos do 1° tempo.
 
Juventude: Émerson, Marcos Teixeira, Capone, Picoli e Dênis; Roberto, Flávio, Mabília (Patrício) e Wallace; Fernando (Alcir) e Márcio (Mário Tilico).
 
Técnico: Walmir Louruz
 
Botafogo: Wágner, Fábio Augusto (Rodrigo), Sandro, Jorge Luís e César Prates; Redner, Válber (Leandro), Caio (Bandoch) e Sérgio Manoel; Bebeto e Zé Carlos.
 
Técnico: Gílson Nunes
 
27/06/1999 Botafogo 0 x 0 Juventude
 
Local: Estádio Maracanã, Rio de Janeiro­-RJ
 
Árbitro: Antônio Pereira da Silva (GO)
 
Público: 90.217 pagantes
 
Botafogo: Wagner, Fábio Augusto, Jorge Luiz, Bandoch e César Prates (Leandro); Júnior, Reidner, Caio (Rodrigo) e Sérgio Manoel; Zé Carlos e Bebeto (Felipe).
 
Técnico: Gílson Nunes
 
Juventude: Émerson, Marcos Teixeira, Picolli, Índio e Dênis; Lauro (Kiko), Roberto, Flávio e Mabília (Gil Baiano); Maurílio, Márcio Mixirica (Alcir).
 
Técnico: Valmir Louruz
 
Por: Fernanda Andreazza