Hoje é dia de #TBT

 

Vinte anos depois, é hora de recordar o título da Copa do Brasil, conquistado diante deste mesmo adversário

(Foto: Extraída da internet)

 

Nesta quinta-feira (04), o Juventude vai até o Engenhão enfrentar o Botafogo pela terceira fase da Copa do Brasil. A partida começa às 21h30 e terá transmissão do Sportv.

Todo juventudista que se preze, por mais novo que seja, lembra ou já ouviu falar de 1999. A maior conquista da nossa história. Em cima do favorito Botafogo. Inclusive, tão favorito que até os vendedores ambulantes já comercializavam a famosa faixa de “Botafogo Campeão da Copa do Brasil 1999”. Parece que deu erro no rolê.

Aliás, espero que aquele jogo sirva para que nunca subestimem o Juventude. Nunca duvidem da nossa capacidade, da nossa garra, da nossa vontade de vencer e, sobretudo, do peso da nossa camisa.

Atualmente, a fase não é boa. Mas, o adversário sofre do mesmo mal. O Botafogo, um dos maiores clubes do Rio de Janeiro, não conquistou a classificação nem para as semifinais da competição. Uma campanha pífia nos pontos corridos. Entretanto, nos mata-matas de Copa do Brasil e Sul-Americana, a equipe acumula quatro vitórias com nove gols convertidos e nenhum sofrido.

O Juventude também deixou a desejar (e muito) no Estadual. Todavia, na Copa do Brasil, o alviverde está invicto. Depois de eliminar Palmas e o invicto América-MG, o Papo chega na Terceira Fase empenhado em relembrar, no mínimo, a campanha feita em 2016.

Para este jogo, Marquinhos Santos fará algumas mudanças na equipe tida como titular. Victor Sallinas vai para o banco de reservas, enquanto Sidimar assume a titularidade na zaga, junto com Genilson (vou evitar polêmicas a respeito da presença desse).

Além disso, Paulo Sérgio também deve ganhar uma chance entre os onze. O atacante fará sua estreia como titular, deixando Braian Rodríguez - aquele que chegou para fazer e acontecer e até agora só conseguiu deixar a desejar - na reserva.

Por fim, uma notícia que desagrada a maioria dos torcedores: Vidal continua na lateral-direita. Com a chegada de John Lennon, a expectativa da torcida era que houvesse um novo dono para a camisa dois, mas parece que Marquinhos Santos não concorda e dará mais uma chance para o atleta oriundo das categorias de base.

Sendo assim, a expectativa é que os titulares sejam: Marcelo Carné; Vidal, Genílson, Sidimar e Eltinho; Rafael Jataí; Denner, Moisés, Bruno Camilo (Caprini) e Dalberto; Paulo Sérgio.

 

Por: Carol Freitas